Bancos no combate à fome

Bradesco, Itaú e Santander realizam juntos mobilização de combate à fome. Descubra neste conteúdo o que os principais bancos privados do país estão fazendo para combater os resultados da paralisação e efeitos da quarentena.



Anúncios



Publicidade

Instituições financeiras privadas se mobilizam

A quarentena impediu muitos de manter o emprego ou sair de casa e trouxe problemas aos trabalhadores brasileiros. Muitos tiveram sua renda diminuída. As dificuldades financeiras atingiram com muito mais força os que estavam justamente em situação de maior vulnerabilidade. Afinal, o trabalhador que sai todo dia para trabalhar e buscar alimento foi atingido com muito mais força que outros. Vale lembrar que estes são os que justamente estão na ponta da produção e, por isso, este problema chega a todos que utilizam produtos que são por eles produzidos.

Mas as três principais instituições financeiras privadas do Brasil tiveram a iniciativa de buscar ajudar estas famílias que estão em maior dificuldade. Irão ajudar em forma de cestas básicas que serão distribuídas pela ONG Ação da Cidadania, além das fundações Itaú e Unibanco. Serão ao todo R$ 37,5 milhões e mais de 500 mil cestas básicas que serão custeadas pelos bancos Santander, Itaú e Bradesco.

Continue lendo e descubra melhor como estas ações estão sendo realizadas, quais são as iniciativas e de que forma as três maiores instituições financeiras do Brasil estão trabalhando para melhorar os efeitos da quarentena. Por fim, vamos te apresentar formas de empreender e também de ajudar outras pessoas através de doações, continue lendo e saiba mais informações.


Veja também:


Como vão funcionar as doações do Santander, Itaú e Bradesco?

A iniciativa começou com o Santander, onde o CEO Sergio Rial, fez um comunicado interno aos seus funcionários com uma iniciativa para melhorar a vida das pessoas mais vulneráveis. No comunicado interno foi feito um chamado, se juntos os funcionários conseguissem 100 mil cestas básicas, o banco doaria outras 100 mil cestas básicas.



Publicidade

A iniciativa funcionou e o Bradesco e Itaú aderiram também, agora já são cerca de 500 mil cestas básicas, um aumento bem legal, não é mesmo? Se você quiser ajudar a mesma instituição que o Santander está direcionando os recursos é só acessar a página Amigo de Valor. Lá é possível fazer doações a partir de R$ 10 reais e empresas privadas que trabalham pelo lucro real, direcionando até 1% do IR devido.



Anúncios

Já os bancos Itaú e Bradesco vão utilizar as funções que são parte do banco para gerenciar a arrecadação, compra e distribuição de cestas básicas. Segundo Candido Bracher, presidente do Itaú, o momento é difícil e exige colaboração de todos, por isso, a iniciativa conjunta dos três bancos é tão importante. Vale lembrar que o Itaú vai doar as cestas básicas, além dos R$ 150 mil que já foram doados para setores de saúde.

Enquanto isto, Octavio de Lazari Jr, presidente do Bradesco, que assim como o Itaú vai operacionalizar através da Fundação as doações, deixa claro o posicionamento do banco. Através das doações, o objetivo é ajudar as pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade econômica e social, além dos investimentos em doações para saúde.

Pode ajudar ou precisa de uma nova fonte de renda?

Aqui no site você pode encontrar diversos conteúdos que podem te ajudar das mais diversas formas. Se você está precisando de uma nova forma de renda poderá buscar dicas de como ganhar dinheiro em casa e até mesmo dicas em filmes para começar a empreender, legal, né?

Agora, se você quiser ajudar, saiba que duas fintechs já tiveram iniciativas para buscar formas de ajudar, inclusive com o cartão de crédito. Neste ponto Nubank e Mercado Pago saíram na frente, criando botões dentro do próprio App, onde você pode doar de forma muito simples e prática e ajudar o próximo. 😉