Cartão Itaucard 2.0 está com os dias contados, entenda!

É o fim dos cartões 2.0 do Itaú? O banco informou que essa extinção do cartão 2.0 será benéfica para os usuários. Saiba mais informações a seguir.

Cartão Itaucard 2.0

cartão Itaucard 2.0

O Banco Itaú anunciou recentemente que irá parar de emitir o cartão Itaucard 2.0. Aliás, desde o início de agosto nenhum cartão na modalidade 2.0 foi emitido.

De acordo com o próprio banco, no mês de novembro de 2020 todos os cartões dessa modalidade serão automaticamente substituídos pela versão tradicional sem nenhum custo para o titular.

O Itaú disse que essa extinção do cartão 2.0 será benéfica para os usuários, pois o cálculo de juros será menos complexo, facilitando o dia a dia dos clientes.

Para quem já possui o cartão 2.0, a mudança ocorrerá em novembro deste ano, sendo que a mecânica dos juros serão alterados para a mesma dos cartões tradicionais.

Como fica os usuários do cartão Itaucard 2.0?

Até o vencimento do próprio cartão, será possível usá-lo normalmente, sendo que em novembro a única coisa que muda é a mecânica dos juros.

No entanto, após atingir o vencimento, o Itaú vai enviar gratuitamente um novo cartão de crédito, mas sem a nomenclatura 2.0 do atual cartão.

Dessa forma, não haverá tanta mudança, somente na questão relacionada ao cálculo de juros que hoje é feito de maneira diferente entre os cartões tradicionais e os cartões 2.0 do Itaú.


Veja também:


Entendendo a diferença no cálculo de juros

No cartão tradicional do Itaú, se um cliente fizer o pagamento do valor inferior ao total da fatura, é cobrado juros sobre o saldo que ficou em aberto.

Já no cartão 2.0 são cobrados juros sobre o saldo que ficou em aberto, e também sobre todas as novas compras e parcelas, desde a sua realização até o pagamento do valor total devido.

Como é possível ver, para o cliente a cobrança de juros nos cartões 2.0 são bem menos atraentes do que a cobrança de juros do cartão tradicional.

Por isso, que o Banco Itaú informou que a mudança irá beneficiar o dia a dia dos seus clientes, e por isso a descontinuação do cartão é positiva.

A descontinuidade do cartão Itaucard 2.0 em um mercado competitivo

Um dos fatores que também contribuiu para a descontinuidade do cartão Itaucard 2.0 é a competição deste mercado que está cada vez mais agressiva.

Embora não seja dito explicitamente, hoje os clientes possuem inúmeras opções de cartão de crédito no mercado, muitos inclusive sem nenhuma taxa de anuidade.

Por conta disso, os bancos tradicionais estão sendo obrigados a se reinventarem, e também baixarem o custo do cartão para os seus clientes.

Além disso, será imprescindível que os bancos tradicionais passem a oferecer soluções digitais para os seus clientes, visto o crescimento exponencial das fintechs neste segmento.

O crescimento dos bancos digitais

Nos últimos dois anos foi possível observar um crescimento bastante robusto dos bancos digitais. O Nubank, por exemplo, atingiu a marca de 25 milhões de clientes.

O C6 Bank que começou a operar no ano passado, já atingiu 2 milhões de clientes e o Banco Inter comemorou recentemente 6 milhões de clientes.

De olho nesse mercado, o BMG, Banco Pan e até mesmo os tradicionais Bradesco, Santander e Itaú, já estão criando novas soluções.

Dessa maneira, é possível que nos próximos anos muita coisa vai mudar, inclusive o cartão de crédito no formato que o conhecemos hoje.

Gostou deste artigo? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta notícia com seus amigos nas redes sociais.