Crepioca: quanto custa, como fazer e vender

Quer começar um negócio, garantir uma renda extra, mas não sabe por onde começar? Começar a vender crepioca pode ser uma boa opção. Confira.

Publicidade
Publicidade

Crepioca: quanto custa, como fazer e vender

Crepioca: quanto custa, como fazer e vender

Uma receitinha que faz sucesso é a crepioca! Afinal, ela é prática, saudável e com recheio para todos os gostos. Por isso, se torna viável começar um negócio que venda este alimento que está tendo tanta procura.

Vale lembrar que você pode começar vendendo crepioca pelo Facebook, aumentar os produtos oferecidos e evoluir para uma lanchonete. Mas, não esqueça que além de um produto que vende e tem procura, você precisa cuidar de questões gerenciais como custo.

Conseguir uma renda extra ou começar um negócio próprio é do interesse de muitos brasileiros. Seja por necessidade ou até mesmo por ser um sonho, começar a vender crepioca pode ser uma boa opção. Confira a seguir algumas dicas para você acertar mais!


Veja também:


Produto, preço e qualidade

Ao decidir o preço muitos olham para a concorrência para ter uma ideia do que o mercado está respondendo bem. Claro que você deve ter sempre o olho atento a quem está vendendo as mesmas coisas.

Publicidade

Entretanto, você deve entender que antes mesmo de começar é preciso ter um posicionamento de produto. Isto pode (e deve) ser ajustado depois, quando sentir como o público está reagindo. 

Publicidade

Ninguém que venda mais caro um produto inferior, fica muito tempo no mercado, a não ser que sua localização isole muito os concorrentes. Você pode optar por oferecer um produto mais simples, com um preço camarada, ou aquela crepioca super, com um preço mais alto.

É como se você definisse a sua estratégia, o que vai colocar como diferencial do seu produto, preço ou qualidade? Vale lembrar que ainda que o preço seja camarada, o produto precisa ser funcional e ter uma qualidade ok.

Testes, receitas, materiais e embalagem

É importante você testar as suas receitas com familiares e amigos, para ter uma ideia de como está se saindo. É importante lembrar que quando for vender você já precisa dominar a preparação da receita, para não perder tempo, dinheiro e clientes.

Você deve procurar fornecedores de matéria prima para a produção, mas nunca fique sem opções. Além do fornecedor usual, tenha pelo menos duas outras maneiras de adquirir matéria prima, na qualidade já definida. 

Além disso, não esqueça que pode ser importante você considerar o custo, necessidade e valor das embalagens. Mesmo que opte por um produto com bom preço, ele não vai valer a pena para o cliente se não tiver uma apresentação mínima e qualidade razoável.

Clientela e vendas

Outra coisa importante é que você pense na construção de clientela e atração de novos clientes. Opte por fidelizar os clientes que já tem através de descontos, promoções, mimos e não esqueça de sempre estar procurando mais pessoas que gostem do seu produto.

Mesmo que você esteja no começo, poderá buscar vender seus produtos em grupos do WahtsApp e Facebook. Esta forma de divulgação é gratuita e permite que você já consiga os primeiros clientes para ir girando o seu negócio.

Delivery, retirar no local ou ponto de vendas?

Escolher a forma como o produto vai chegar ao seu cliente é importante, se você escolher delivery, não esqueça que para o cliente o valor percebido e o custo do produto é igual a produto + frete. 

Se escolher como forma de entrega retirar no local ou um ponto de vendas, lembre-se que a localização é muito importante. Quanto a custos e investimento inicial, o delivery e retirada no local, são mais baratos e exigem menos de quem está produzindo, sendo mais viável.

Enfim, neste conteúdo, você descobriu algumas informações e dicas legais para começar a fazer crepioca para vender. Legal, né? Afinal de contas, funciona muito bem para ter uma renda extra. Não esqueça de compartilhar nas redes sociais! 😉