Feriados em 2020 podem gerar perda de R$ 20 bilhões



Anúncios



Publicidade

O ano de 2020 será um ano de prejuízos para o comércio nacional ainda maiores que em 2019. Neste ano, serão 11 feriados nacionais caindo em dias de semana. Somente o feriado da Proclamação da República cairá em um domingo.

No ano de 2019, as perdas registradas ficaram em torno de R$ 17,4 bilhões. Para o ano de 2020 as perdas do comércio beiram os R$ 20 milhões, 12% a mais que as perdas registradas no ano anterior.

As informações são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que garante que os feriados em dias úteis reduzem a atividade do comércio, que acaba enfrentando um aumento em seus custos de operação.

Prejuízo de deve principalmente à folha de pagamento

Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo cada feriado reduz a rentabilidade mensal média do segmento comercial em até 8,4%, incluindo varejo e atacado. Os setores que sofrem maior prejuízo em função dos feriados nacionais são os hiper e supermercados (11,5%), lojas de utilidade doméstica (11,6%), ramo de vestuário e calçados (16,7%). 



Publicidade

Somados, esses setores respondem por 56% do emprego no varejo brasileiro.



Anúncios

Os feriados em dias de semana acabam paralisando as atividades das empresas ou acabam impondo custos trabalhistas dobrados para quem decide continuar funcionando. Além disso, os feriados diminuem o fluxo de clientes e consequentemente, o seu consumo.

Devido às horas extras que precisam ser pagas aos colaboradores, a folha de pagamento se torna a principal fonte de prejuízo para os comércios. Dessa forma, acaba comprimindo as margens de lucro do setor, mesmo que as vendas sejam compensadas nos dias anteriores ou posteriores aos feriados.

Os estados que tendem a concentrar os maiores prejuízos 957% das perdas estimadas) são:

  • São Paulo (menos R$ 5,62 bilhões); 
  • Minas Gerais (-R$ 2,09 bilhões);
  • Rio de Janeiro (-R$ 2,06 bilhões);
  • Paraná (-R$ 1,42 bilhão).

Atividades econômicas ligadas à cadeia do turismo comemoram

Por outro lado, a incidência de feriados em dias úteis favorece as atividades econômicas ligadas à cadeia do turismo. Se o comércio terá prejuízos expressivos, o turismo está animado com o número de feriados em dia de semana no ano de 2020.

Segundo representantes do ramo turístico, os feriados prolongados aquecem os setores de viagens e transportes. Além disso, cidades inteiras que tem o turismo como principal atividade econômica, acabam faturando mais e aquecendo sua economia.

É o caso da Serra Gaúcha, no Rio Grande do Sul e grande parte do litoral brasileiro. Algumas cidades esperam um aumento de até 40% no faturamento em comparação com 2019. Otimistas e sorridentes, os representantes do ramo turístico garantem que 2020 será o ano das viagens!

A seguir listamos os principais feriados nacionais e o dia da semana em que eles cairão.

1º de janeiro (Confraternização Universal): quarta-feira; 

10 de abril (Paixão de Cristo): sexta-feira;

21 de abril (Tiradentes): terça-feira;

01 de maio (Dia do Trabalho): sexta-feira;

11 de junho (Corpus Christi): quinta-feira;

07 de setembro (Independência do Brasil): segunda-feira;

12 de outubro (Nossa Senhora de Aparecida): segunda-feira;

02 de novembro (Finados): segunda-feira;

25 de dezembro (Natal): sexta-feira;

Páscoa e carnaval são feriados alongados em todos anos. A segunda-feira e a terça-feira de carnaval cairão nos dias 24 e 25 de fevereiro, respectivamente.

E aí, você está do lado dos que terão prejuízo ou dos que estão sorrindo à toa? Não esqueça de compartilhar essa informação com todos os seus amigos!