Entenda o impacto do PIX para as empresas e os grandes bancos

A nova modalidade de pagamentos criada pelo Banco Central, o Pix deverá trazer um impacto profundo para as empresas e principalmente para o setor bancário.

Publicidade
Publicidade

O PIX para as empresas e os grandes bancos

pix

O PIX, sistema de pagamento instantâneo do Banco Central, deverá ser lançado em outubro deste ano. Um mês antes do previsto. E deverá trazer um impacto profundo para empresas e principalmente para o setor bancário.

Para se ter uma idéia, a transferência de dinheiro será tão simples quanto mandar uma mensagem pelo celular. E quem ganha com isso é o consumidor final.

Os pilares que amparam a criação do PIX são: disponibilidade, velocidade, conveniência, segurança e multiplicidade de uso.

Portanto, a liquidação das transferências se dará em segundos, com uma experiência única, focada no usuário. Até porque, não haverá intermediários entre as transferências, tornando-as mais rápidas e menos burocráticas.

Publicidade

PIX trará muito mais eficiência para o mercado

Se por um lado, o PIX vai trazer muito mais eficiência para o mercado, por outro ele impactará profundamente o setor bancário.

Publicidade

Desse modo, bancos, bandeiras de cartão, adquirentes, empresas, estabelecimentos comerciais, fintechs, startups, sofrerão uma profunda mudança no seu dia a dia.

De acordo com um relatório do Morgan Stanley, somente em 2019 os bancos brasileiros ganharam R$ 2,2 bilhões com TED e DOC, R$ 5 bilhões com emissão de boletos e R$ 35 bilhões com taxa de manutenção de conta corrente.

Com o PIX, o banco terá que pagar somente R$ 0,01 a cada 10 transações para o Banco Central. Um valor extremamente baixo, que analistas acreditam que não será repassado para o consumidor.

Dessa forma, muitos bancos irão oferecer transferências gratuitas e ilimitadas para os seus clientes, 24 horas por dia, 7 dias por semana como o PIX.

PIX também poderá substituir transações de débito

Um outro impacto que o PIX poderá trazer é para as bandeiras de cartão e adquirentes. Afinal, poderá haver uma queda de volume de transações de débito.

Isso porque poderá ocorrer uma substituição pelo PIX, o que nos leva a dizer que haverá inclusive uma mudança cultural, que pode levar meses ou até mesmo anos.

Um outro ponto, é a possibilidade dos bancos digitais criarem produtos que contenham funcionalidades parecidas com às do cartão de crédito.

Se nesse caso os produtos gerarem menos custo para o lojista, haverá um impacto nos volumes transacionados com as maquininhas. No entanto, isso ainda está bem incerto mesmo com o lançamento do PIX.


Veja também:


Empresas poderão dar descontos mais atraentes

As empresas que irão receber por meio dessas transações poderão dar descontos mais atraentes para seus consumidores. Pois elas poderão economizar com as transações efetuadas pelo PIX.

Ademais, isso irá proporcionar uma melhor experiência do usuário, garantindo mais liquidez da cadeia produtiva inteira de forma ágil e simples.

Para o setor de tecnologia, a adaptação deverá ser mais rápida, visto que haverá um estreitamento no relacionamento entre empresas varejistas e fornecedores.

Já os outros setores, precisarão se adaptar, mas acredita-se que isso acontecerá rapidamente, visto o crescimento que as fintechs e bancos digitais estão apresentando nos últimos anos.

Novas oportunidades para startups

Fora o que dissemos, com o PIX, as startups poderão viabilizar novos formatos de pagamentos com menor custo para seus clientes efetuarem pagamentos.

A tendência dos pagamentos eletrônicos irem substituindo o papel moeda é apontada, inclusive em uma pesquisa realizada pela Boanerges & Cia.

Nesta pesquisa, estima-se que no ano de 2020 aproximadamente 29% dos pagamentos serão feitos em dinheiro ao passo que em 2030 esse volume cairá para 15%.

Ou seja, haverá uma redução de aproximadamente 50% no volume de dinheiro físico que gira na economia. Isso garante mais segurança em todos os aspectos.

Sem falar que a população desbancarizada, irá acabar aderindo ao PIX pois ele trará mais transparência e facilidade. Isso garantirá elevados padrões nos meios de pagamento para os consumidores.

Entretanto, enquanto o PIX não sai do forno, nós consumidores aguardamos ansiosos esse lançamento que irá revolucionar os meios de pagamentos digitais.

Gostou deste artigo? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta notícia com seus amigos nas redes sociais.