Liberdade financeira: tenha os hábitos certos

Publicidade

Alcançar a liberdade financeira é uma meta para muitas pessoas, entretanto alguns estão tendo dificuldades em alcançar ela. Liberdade financeira geralmente significa ter poupanças, investimentos e, portanto, dinheiro suficientes para garantir o estilo de vida que queremos para nós e nossas famílias.

Muitos de nós não conseguem atingir esse objetivo. Estamos sobrecarregados com o aumento da dívida, emergências financeiras, gastos excessivos e outros problemas que nos impedem de alcançar nossos objetivos. Isso acontece com todos, mas esses hábitos podem colocá-lo no caminho da liberdade financeira.

1. Estabeleça metas de vida

Um desejo geral de “liberdade financeira” é um objetivo muito vago. O que isso significa pra você? Então, anote quanto você quer ter em sua conta bancária, qual o estilo de vida e com que idade isso deve ser alcançado. 

Quanto mais específicos forem seus objetivos, maior a probabilidade de alcançá-los. Portanto, anote tudo de maneira organizada e deixe seu objetivo bem visível, tenha um local onde você organiza todas as entradas (pagamentos) e todas as saídas (contas pagas) e organize isto.

Publicidade

2. Faça um orçamento

Fazer um orçamento familiar mensal e cumpri-lo é a melhor maneira de garantir que todas as contas sejam pagas e, então estar no caminho certo da liberdade financeira. É também uma rotina mensal que reforça seus objetivos e reforça a determinação contra a tentação de fazer alarde.

Publicidade

Um orçamento não é só um documento onde constam as entradas e saídas, lá você também deverá colocar detalhes importantes como o quanto vai gastar de:

  • Transporte
  • Alimentação
  • Vestuário

E também quais são suas contas fixas e quais as suas contas variáveis.

3. Pague os cartões de crédito na íntegra

Cartões de crédito e empréstimos similares ao consumidor, são tóxicos para a construção de riqueza. Faça questão de pagar o saldo total a cada mês. 

O pagamento mínimo de cartões de crédito pode ser um veneno mortal para suas finanças. Os juros geralmente são na casa dos R$ 20% e existem ainda as multas por atrasos e outros. Não deixe virar uma bola de neve, tenha cuidado.

Empréstimos para estudantes, hipotecas e empréstimos similares geralmente têm taxas de juros muito mais baixas, tornando-os, portanto, menos emergenciais para pagar.

4. Crie economias automáticas

Pague-se primeiro. Crie uma conta poupança ou similar onde você possa programar as transferências automáticas da conta corrente para a poupança. Tenha um fundo de emergência.

Idealmente, o dinheiro deve ser transferido no mesmo dia em que você recebe seu salário, para que nem passe nas suas mãos, evitando a tentação de consumir mais do que o necessário. No entanto, lembre-se de que o valor que deve ser economizado é uma decisão pessoal e leva tem muitas variáveis para avaliar; 

Por fim, podemos concluir que conseguir liberdade financeira pode ser muito difícil diante de dívidas crescentes, emergências financeiras, questões médicas e gastos excessivos, mas isso é possível com disciplina e planejamento cuidado

Gostou do post? Então não esqueça de comentar e compartilhar