Saiba mais sobre a quarta fase do Open Banking

A quarta e última fase do Open Banking começou a vigorar no último dia 15 de dezembro e deverá se estender até o final do mês de março. Ela marca a mudança do Open Banking para o Open Finance.

Open Banking

open banking

O Open Banking está sendo introduzido no Brasil por meio de quatro fases. E no último dia 15 de dezembro, entrou em operação a quarta fase que deverá ocorrer de maneira escalonada até o dia 25 de março de 2022.

É a partir desta etapa que as instituições financeiras poderão fazer o compartilhamento de dados referentes a operações de câmbio, serviços de credenciamento, conta de depósito a prazo e outros produtos.

Ou seja, é na quarta fase que o Open Banking passa a ser o Open Finance por englobar muito mais instituições além dos bancos. Quer saber um pouco mais sobre a quarta fase do Open Banking? Vem com a gente.

CARTÃO BANCO INTER
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO BANCO INTER

SEM ANUIDADE
 
CASHBACK
Cartão de crédito ou débito, internacional com custo ZERO
Você permanecerá no site atual

Começo da quarta fase do Open Banking

Conforme antecipamos, a quarta fase do open banking começou no último dia 15 de dezembro e deverá se estender até o dia 25 de março de 2022. Essa é a última fase da implementação do Open Banking.

A partir dela, as instituições financeiras poderão começar o compartilhamento de dados referente a operações de câmbio, serviços de credenciamento, contas de depósito a prazo e outros produtos como investimentos, segurança privada complementar aberta e capitalização.

De acordo com um comunicado do Banco Central, com o início da fase 4, o open banking começa o compartilhamento de um conjunto de informações além de produtos e serviços bancários tradicionais.

É a partir de agora que começa a migração para o Open Finance. Sendo assim, as instituições financeiras começam o processo de certificação funcional das interfaces de programação de aplicações dos produtos que serão compartilhados.


Leia também:


Mais qualidade e aderências nas especificações dos sistemas

O grande objetivo dessa última fase é garantir qualidade e aderência às especificações dos sistemas. E uma vez obtidas as certificações, o registro deverá ocorrer até o dia 4 de março do ano que vem para seguros, previdência complementar aberta e capitalização.

Até o dia 11 de março serão incorporados serviços de credenciamento em arranjos de pagamentos, até o dia 18 operações de câmbio, e até o dia 25 de março de 2022 contas de depósito a prazo e outros produtos com natureza de investimentos.

Vale destacar que o cronograma foi divulgado pelo Banco Central na semana passada. Portanto, o ano de 2022 será marcado por uma abertura muito mais completa e ampla do sistema financeiro nacional.

Lembrando que o open banking é a padronização do processo de compartilhamento de dados e serviços financeiros pelas instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central, através da abertura e integração de plataformas e infraestruturas de tecnologia.

Cronograma de implementação do Open Banking

O Open Banking começou a vigorar no dia 01 de fevereiro deste ano, sendo que a sua primeira etapa permitiu o compartilhamento de informações das próprias instituições financeiras ao público.

Já a segunda fase foi a que envolveu o compartilhamento de cadastros e de transações dos clientes entre as instituições financeiras. Ela começou no dia 13 de agosto e marcou o início do compartilhamento dos dados bancários.

A terceira fase começou no dia 29 de outubro com a troca de informações sobre serviços de transferências via Pix, ou seja, possibilitou que um pagamento via Pix pudesse ser iniciado em um ambiente fora do App do banco.

Agora para o próximo ano a previsão é o compartilhamento gradual dos demais arranjos de pagamento como transferências entre contas do mesmo banco, TED em 15 de fevereiro, boletos em 30 de junho e débitos em conta em 30 de setembro.

Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais e nos ajude a disseminar o conhecimento.