Seguro Pix Santander liberado: veja como contratar

Com o objetivo de proteger ainda mais os seus clientes, o Santander lançou o Pix Santander que pode ser contratado a partir de R$ 9,99 por mês e oferece cobertura que vai de R$ 3.500 a R$ 20 mil.

Seguro Pix

Seguro Pix

O Pix chegou ao mercado há quase um ano. De lá para cá tornou-se um dos principais meios de pagamento entre os brasileiros. Um dos seus grandes diferenciais é a possibilidade de fazer transferências a qualquer hora do dia em qualquer dia da semana.

No entanto, assim como trouxe facilidades, surgiram também outros problemas envolvendo a plataforma. Um deles diz respeito ao aumento dos sequestros relâmpagos que exigem a transferência Pix sob coação.

O Banco Central está procurando criar mecanismos para evitar esse tipo de acontecimento, e o Santander criou um produto inovador recentemente. Trata-se do Seguro Transações que custa a partir de R$ 9,99 por mês. Quer saber mais? Vem com a gente.

CARTÃO SANTANDER SX
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO SANTANDER SX

FÁCIL ACEITAÇÃO
 
SEM ANUIDADE
Cartão de crédito do Santander para quem tem renda de R$ 500.
Você permanecerá no site atual

Como funciona o Seguro Transações do Santander?

Chamado de “Seguro Transações”, o novo produto do Santander tem um custo a partir de R$ 9,99 ao mês dependendo do plano escolhido. Com ele você recebe uma indenização se precisar realizar uma transferência via Pix, DOC, TED ou TEF sob coação.

O novo produto ainda não está disponível para os consumidores, mas deverá chegar ao mercado no próximo mês. Ele foi criado em um momento em que golpes envolvendo o Pix estão crescendo em todo país.

Só para se ter uma ideia, de acordo com a empresa de cibersegurança Kaspersky, desde a estreia do sistema de pagamento já foram bloqueadas mais de 22 milhões de tentativas de phishing. 

Fora isso, 81% das denúncias de golpe no Pix usavam nomes de bancos e instituições financeiras. Por isso, o Santander criou o produto para dar um pouco mais de segurança aos clientes.

De acordo com Marcelo Labuto, diretor de produtos do Santander, o novo seguro vai dar mais tranquilidade para as pessoas que passam por situações de risco, insegurança ou coação em eventos traumáticos como um assalto ou sequestro relâmpago.


Leia também:


Mais proteção contra fraudes

O novo Seguro Transações do Santander vai proteger os clientes de algumas situações envolvendo as transferências via Pix, DOC, TED e TEF feitas sob coação ou ameaças. Mas é preciso ter atenção.

Até porque o seguro não cobre situações de golpes e fraudes em que o golpista engana o usuário para realizar a transação. Afinal, será necessário apresentar uma série de documentos para ter a cobertura do seguro.

Atualmente, o Santander oferece três tipos de planos para contratação. O mais em conta custa R$ 9,99. Também têm o plano de R$ 18,99 e R$ 24,99. Cada um desses planos garante uma determinada quantia de indenização.

No plano de R$ 9,99 a indenização é de R$ 3,5 mil, já no plano de R$ 18,99 a indenização é de R$ 8 mil e no plano de R$ 24,99 a indenização é de R$ 20 mil. A contratação poderá ser feita pelo App ou em qualquer caixa eletrônico.

Bancos deverão seguir o mesmo caminho

O Santander está inovando e com isso também deverá trazer junto outros bancos. Afinal, essa é uma demanda reprimida hoje em dia. Até porque, conforme dissemos, houve um grande aumento nos golpes envolvendo o Pix.

Embora o Banco Central tenha diminuído os limites de transferências que podem ser realizadas no período noturno, ainda assim há sempre o risco de perda para quem mora nas grandes capitais onde a criminalidade é maior.

Por isso, o produto é visto como algo inovador, e como todo produto inovador, em breve deverá ser disponibilizado por outras instituições financeiras também, garantindo mais segurança e tranquilidade para os clientes.

Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais e nos ajude a disseminar o conhecimento.