Uber dará assistência financeira aos motoristas e entregadores com Covid-19

Publicidade
Publicidade

A empresa de transportes, pioneira em utilizar aplicativos, a Uber, dará a seus motoristas e entregadores uma assistência financeira por até 14 dias. Esta iniciativa é parte do programa de combate ao Covid-19 no Brasil, mas também vale para aqueles que tiveram quarentena decretada por órgão de saúde.

Já os ganhos serão de acordo com o que, em média, é o faturamento dos últimos 6 meses; e, para aqueles que não trabalham a tanto tempo, será uma média dos ganhos até aqui.

Nesta quarta-feira (24) a Uber anunciou o programa que dará assistência financeira aos seus motoristas e entregadores por aplicativo. Segundo divulgação da própria Uber, cerca de 1 milhão de pessoas trabalham com o aplicativo no Brasil.

Quais as medidas que a Uber está tomando para combater o Covid-19?

Além da ajuda financeira, a Uber anunciou outras medidas, como a disponibilização de recursos para limpeza de carros dos motoristas que fazem corridas. As cidades mais afetadas pelo Covid-19 terão prioridade na distribuição de recursos.

Publicidade

Já para os usuários, as medidas incluem um aviso quando forem solicitar uma corrida, serão informados de solicitar um carro apenas quando for realmente necessário. Já para os entregadores de comida (Uber Eats), é possível fazer a entrega sem contato, no aplicativo é possível deixar uma orientação para que o pedido seja deixado na porta.

Publicidade

Além disto, como medida também estão sendo enviadas mensagens lembrando usuários e motoristas para lavar as mãos, abrir as janelas e sentar no banco de trás. Veja na íntegra as medidas que o Uber está tomando para combater o Covid-19.

Outra iniciativa interessante da empresa, foi a recente criação do Vale Saúde Sempre, que está disponível para que os motoristas venham a aderir a partir do dia 24. Os motoristas parceiros não terão cobrança de mensalidade e terão acesso a consultas e medicamentos com desconto.

O que outras empresas também estão fazendo para combater o Covid-19?

Outros concorrentes do Uber, empresas de transporte e entrega de alimentos por aplicativo, estão anunciando medidas semelhantes. Por exemplo, a Didi, que é dona do 99 táxis, anunciou um fundo de R$ 10 milhões para ajudar os motoristas que estão doentes ao redor do mundo.

Já o iFood também anunciou um fundo de R$ 1 milhão, para auxiliar os entregadores que estejam com suspeita ou casos confirmados de Covid-19. O fundo será utilizado com o objetivo de garantir uma renda que seja igual ao mês anterior, além de cestas básicas e refeições.


Veja também:


Conclusão

Enfim, neste artigo você pode ficar por dentro de como vão funcionar medidas que o Uber está tomando para evitar a disseminação do Covid-19. Gostou das informações? Comente conosco sua opinião e compartilhe com os amigos as novidades.