quarta-feira, maio 22, 2024

7 dicas de como não se endividar com o cartão de crédito

Share

Cartão de crédito

O cartão de crédito continua sendo um dos principais motivos que leva tantos brasileiros ao endividamento. E não criar dívidas no cartão pode ser um desafio para muitas pessoas. Isso muito por conta da facilidade em usar o cartão e perder o controle financeiro. Inclusive, muitas pessoas consideram o cartão como uma extensão da renda.

Claro que em várias situações o cartão pode ser muito vantajoso, já que não há necessidade em ter o dinheiro na conta no momento da compra, além de facilitar os pagamentos e agilizar transações. No entanto, criar uma dívida no cartão de crédito pode ser uma grande dor de cabeça.

Pensando nisso, preparamos um pequeno guia com várias dicas que ajudarão você a manter um controle financeiro melhor, de modo a evitar entrar em uma dívida. Confira na matéria a seguir!

CARTÃO DE CRÉDITO PAGBANK
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO DE CRÉDITO PAGBANK

CASHBACK
 
SEM ANUIDADE
Todo o dinheiro investido em CDB vira o limite do cartão
Você permanecerá no site atual

1- Entenda sua situação financeira

Para evitar criar uma dívida, é fundamental que você entenda a sua própria situação financeira. Assim, você conseguirá se planejar para gastar somente aquilo que você pode pagar. Por exemplo, é essencial entender qual a renda mensal, quais são os investimentos e as despesas. Utilize uma planilha ou app para ter um controle melhor!

2- Corte os gastos não essenciais

Gastos não essenciais são todas aquelas despesas das quais você não precisa para sobreviver. Pode parecer que você gasta pouco, mas somando todos eles, pode representar uma quantia significativa, como aquela plataforma de streaming que você nem assiste, uma academia que não frequenta e aquele café da manhã diário na padaria.

3- Crie uma reserva de emergência

Ter uma reserva de emergência é fundamental para qualquer pessoa. Resumidamente, ela serve para imprevistos, como quando alguém perde um emprego ou tem uma emergência médica, por exemplo. O ideal é que a reserva corresponda a 6 meses dos seus gastos mensais, para que você tenha mais tranquilidade. Se em média você gasta R$ 2 mil por mês, tenha uma reserva de pelo menos R$ 12 mil. 

4- Crie um limite de gastos no cartão 

É importante que você defina quanto vai gastar no cartão de crédito, e mais importante ainda, que siga com o seu planejamento. O valor a ser definido depende também da sua renda. O ideal é que você separe um limite de 30% para gastos com lazer e outros (que não sejam essenciais, como supermercado e contas de casa).

5- Evite parcelar compras

O parcelamento de compras pode parecer uma ótima alternativa para comprar itens mais caros, mas em contrapartida, pode fazer você perder o controle financeiro. Isto porque ao fazer o parcelamento, você cria uma dívida que precisará ser paga no futuro, sem saber o que pode acontecer.

Já pensou se você perde o seu emprego e não consegue pagar a dívida do cartão? Provavelmente você precisaria fazer um empréstimo ou parcelar a fatura, o que poderia sair muito mais caro para você.

6- Não tenha vários cartões

Ter vários cartões pode fazer você perder o controle financeiro. Não é só porque muitos deles não cobram anuidade que você precisa fazer uma coleção de cartões. Tome cuidado com isso! A ideia é concentrar todos os gastos em apenas um cartão que ofereça vários benefícios, como programa de pontos, milhas, cashback e isenção de anuidade. 

7- Cuidado com o pagamento da fatura

Por fim, tome cuidado ao fazer o pagamento. O ideal é que você se planeje para sempre pagar a fatura antes da data limite de vencimento, e evite ao máximo parcelar ou pagar o mínimo, já que as taxas de juros do rotativo são muito altas e poderão deixar você em uma situação complicada.

Gostou das dicas para evitar criar uma dívida no cartão de crédito? Aproveite para compartilhar este conteúdo em suas redes sociais, e ajude-nos a disseminar a informação para mais pessoas! 

Read more

Local News