quarta-feira, maio 22, 2024

Nubank amplia democratização do crédito e emite 5,7 cartões para brasileiros

Share

Nubank

nubank_

Que o Nubank é o queridinho dos brasileiros, isso ninguém pode negar. Mas o que faz o banco digital ser um dos mais populares em tão pouco tempo? A resposta pode estar na democratização do acesso ao crédito promovido pela instituição.

Entre julho de 2021 e junho de 2022 ela emitiu 5,7 milhões de cartões de crédito. Isso equivale a 5,53% do total de cartões emitidos no país no mesmo período. Os dados foram fornecidos recentemente em um estudo feito pela própria fintech.

Vale destacar que a instituição ainda teve uma participação importante quando o assunto é inclusão. Afinal, no mesmo período, o Brasil teve 44,6 milhões de novos cartões ativos, sendo que o Nubank respondeu por 12,78% deles.

CARTÃO NUBANK
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO NUBANK

SEM ANUIDADE
 
RECOMPENSAS
Um cartão que é um estilo de vida!
Você permanecerá no site atual

Nubank é sinônimo de democratização do crédito

Um outro dado importante é que o Nubank também aumentou a participação dos seus clientes no mercado nacional de crédito. Só para ilustrar, os correntistas correspondiam a 32,79% em julho de 2021.

Um ano depois, em julho de 2022, esse percentual subiu para 38,58%, o que demonstra que a instituição abocanhou mais uma fatia de mercado. Ademais, o relatório também apontou que os clientes são em suma de baixa renda.

Para se ter uma ideia, 80% das pessoas que receberam um cartão de crédito do Nubank pela primeira vez ganham em torno de R$ 2,5 mil. Esses mesmos clientes representam 54,5% dos 2,5 milhões que conseguiram um empréstimo pessoal pela primeira vez.

A maioria dos usuários do roxinho estão na região Sudeste que respondeu por 37,4% dos cartões emitidos e por 44,2% dos consumidores que tiveram acesso aos primeiros serviços financeiros.


Leia também:


Nordeste amplia participação na clientela do Nubank

Na sequência vieram o pessoal do Nordeste que foram responsáveis por 31,4% dos novos cartões e 25,2% dos empréstimos contraídos no mesmo período. O grupo mais beneficiado foram os jovens com idade entre 18 e 30 anos.

Eles representaram 56,8% da participação. Sequencialmente vieram as pessoas com faixa etária entre 31 e 40 anos, que foram responsáveis por 18,4% dos cartões emitidos. E quando o assunto é inclusão de gênero, o Nubank também se destaca.

As mulheres representaram a maior parte das pessoas que foram incluídas financeiramente pela fintech. E um dado bem interessante é que o aumento do número de cartões de crédito não foi acompanhado pelo crescimento da inadimplência.

Segundo o próprio Nubank, o nível de endividamento com a modalidade de crédito se manteve em 5,3% durante o último trimestre de 2022. Esse percentual é menor do que a taxa de mercado, que, de acordo com o Banco Central, está em 7,8%.

Inclusão no momento de investir

Outro dado revelado pelo relatório do Nubank é que houve também uma maior inclusão quando o assunto é guardar dinheiro e investir. Só para ter uma ideia, 54,5% dos clientes da instituição fizeram o primeiro investimento no período.

Quem liderou o ranking foram novamente as regiões Sudeste e Nordeste, sendo que os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo responderam por 44,4% das novas aplicações, enquanto o Nordeste respondeu por 23% do total.

De acordo com Livia Chanes, líder de operações do Nubank no Brasil, a inclusão financeira faz parte da estratégia do banco digital, sendo que é por meio da educação financeira que as pessoas se tornam mais independentes e empoderadas.

Como você pode ver neste artigo, o Nubank foi responsável não somente pela digitalização das finanças, como também promoveu uma maior inclusão financeira no país. Legal, não é mesmo? Se gostou aproveite e compartilhe a matéria com seus amigos nas redes sociais.

José Carlos Sanchez Júnior
José Carlos Sanchez Júnior
José Carlos é escritor e redator com formação acadêmica em Administração de Empresas e MBA em Gestão Financeira Controladoria e Auditoria formado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Read more

Local News