Com open banking, economista aposta em grande movimentação do setor financeiro!

A chegada do Open Banking está mudando o Sistema Financeiro Nacional. Com a implantação da segunda etapa, os consumidores passam efetivamente a serem donos dos seus dados, podendo compartilhá-los com quem quiser.

Publicidade
Publicidade

Open Banking

open banking

A última sexta-feira (13) deverá entrar para a história como um verdadeiro marco para o Sistema Financeiro Nacional. Afinal, foi o dia que a segunda fase do Open Banking foi implementada no Brasil.

Para quem não sabe, a partir desta segunda fase os clientes podem fazer o compartilhamento dos seus dados pessoais e financeiros entre as mais variadas instituições. Lembrando que isso só pode ser feito com a autorização do cliente.

O principal objetivo do Open Banking é permitir aos consumidores acesso a produtos e serviços bancários com condições melhores e que se encaixem no seu perfil. Quer saber como será o Open Banking no Brasil? Vem com a gente!

CARTÃO MEU BMG
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO MEU BMG

SEM ANUIDADE
 
NEGATIVADO
Um cartão de crédito do seu jeito!
Você permanecerá no site atual

O que muda com essa nova etapa do Open Banking?

Essa nova etapa do Open Banking vem quebrar um velho paradigma no Brasil. Afinal, até então os bancos detinham os dados dos seus clientes guardando-os a sete chaves. Isso gerava uma certa vantagem competitiva para eles.

Publicidade

Com a chegada dessa nova etapa, a lógica se inverte, e o cliente passa a ser dono dos seus dados. Sendo assim, ele pode fazer o compartilhamento dos seus dados bancários com quem bem desejar.

Publicidade

Dessa forma, se um cliente de um determinado banco quiser ter acesso a produtos financeiros de outra instituição ficará mais fácil. Por conta disso, o economista Francisco Carvalho, CEO e fundador do Zipdin, diz que o Open Banking deverá aumentar a movimentação no setor financeiro.

Ele acredita que haverá mais concorrência entre fintechs e bancos tradicionais, o que deverá desenvolver o setor financeiro bem mais rapidamente daqui para frente. Ao todo o Open Banking será implantado em 4 fases no Brasil.


Veja também:


Quais são as fases de implantação do Open Banking?

O Open Banking começou a ser implantado em fevereiro deste ano, quando começou a primeira distribuição de informações sobre produtos e canais de atendimento. Já a segunda fase estava prevista para começar no dia 15 de julho.

No entanto, houve um pequeno atraso e ela passou a vigorar a partir da última sexta-feira (13). Essa fase contempla a troca de informações entre os bancos com o consentimento do consumidor. A terceira fase deverá começar no dia 30 de agosto.

Nela, está previsto o oferecimento de propostas de crédito e serviços de pagamento fora do ecossistema bancário tradicional. E a quarta e última fase deverá começar no dia 15 de dezembro.

É quando serão incluídos serviços de investimento, operações de câmbio, previdência complementar aberta e seguros. Portanto, a conclusão definitiva da implantação do Open Banking no Brasil deverá acontecer somente em 2022.

Segunda fase deverá ser implantada por etapas

A segunda fase do Open Banking deverá ser implantada em etapas no Brasil. Sendo assim, de 13/08 a 12/09 vão começar a troca de informações cadastrais dos clientes como endereço, renda e dados pessoais.

Entre os dias 13/09 a 26/09 começará a troca de informações relacionadas às contas de movimentação. Já entre os dias 27/09 e 10/10 poderão ser trocadas informações sobre cartão de crédito e operações de crédito.

Após o dia 11 de outubro, todas as API´s estarão funcionando 24 horas por dia, durante os 7 dias da semana. É nesse momento que o consumidor realmente terá uma liberdade maior com os seus dados bancários.

“Os clientes com um bom histórico bancário, por exemplo, podem negociar condições melhores para um empréstimo, financiamento ou qualquer outro serviço. Os brasileiros estão cada vez mais abertos às inovações. A tendência é que o open banking se consolide”, finaliza Francisco Carvalho.

Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais e nos ajude a disseminar o conhecimento.