Plano de negócios: como o microempreendedor pode fazer um!

Microempreendedor: conquiste o sucesso de sua empresa ao realizar o plano de negócios. Aprenda como fazer um bom planejamento a seguir.

Publicidade
Publicidade
Plano de negócios

Você já ouviu falar em plano de negócios? Não? Então saiba que essa é uma ferramenta importante para o sucesso da sua empresa.

Afinal, uma das maiores causas da mortalidade das empresas no Brasil é a falta de planejamento.

Ou seja, os empreendedores começam o negócio sem saber ao certo se há mercado, se é financeiramente viável, ou se é um ramo saturado.

Sendo assim, a melhor forma de evitar que seu negócio vá para falência precocemente é fazendo um plano de negócios.

Publicidade

Como fazer um plano de negócios?

Fazer um plano de negócios pode parecer algo difícil, mas hoje existem muitas informações no mercado que podem te ajudar nessa empreitada.

Publicidade

Em resumo, um plano de negócios é dividido em três fases: mercado, operação e finanças. Ou seja, é preciso analisar minuciosamente esses três pontos antes de empreender.

Análise de mercado

A análise de mercado é o primeiro ponto de um plano de negócios. É aqui que o empreendedor precisa avaliar a sua viabilidade.

Por exemplo, vamos imaginar que você esteja querendo montar um Pet Shop. A primeira coisa que precisa saber é quantos concorrentes já atuam no mercado.

Depois precisa avaliar qual é o crescimento desse setor, e se os concorrentes estão atendendo toda a demanda ou ainda não.

Além disso, qual será o seu diferencial em relação ao seu concorrente? Por que o cliente deixará de ir nele para começar a consumir na sua empresa?

Note que analisar o mercado de consumo e também os concorrentes é fundamental para não entrar em um mercado já saturado.

Até porque, se houver muitos concorrentes para poucos clientes neste mercado, as chances de sucesso do seu negócio serão menores.


Confira algumas ideias de negócio:


Análise operacional

Após analisar o mercado é essencial que você faça uma análise operacional do negócio. Ou seja, toda a questão interna.

Nesse momento é importante pensar no ponto que você irá montar a empresa, se irá fazer entregas ou não, se irá atuar online.

Também é importante avaliar o tempo que os fornecedores demoram para entregar os produtos, e qual a quantidade mínima de compras.

É nessa etapa do plano de negócios que você precisa pensar quantos funcionários vai precisar contratar para atender bem o seu cliente, e o que precisa ter na empresa.

Por exemplo, qual o estoque mínimo dos produtos, quais instalações serão necessárias. Enfim, tudo o que for relacionado a operação do negócio.

Análise financeira

Por fim, você vai precisar pensar nas finanças da empresa. Encontrar o preço do produto que proporcione lucro, e todo o custo que terá.

É nesse momento que você precisa pensar em quais serão os custos fixos como aluguel, água, força, salários e encargos.

Também é aqui que você precisa saber quanto irá pagar de imposto, e quanto precisa vender para conseguir pagar todas essas contas.

Se você encontrar dificuldades em fazer alguns cálculos, você pode procurar pelo Sebrae que conta com especialistas nesta área.

Inclusive, existem cursos gratuitos que são oferecidos por essa instituição para te ajudar a ter sucesso nessa empreitada.

Além disso, você também vai precisar de um parceiro como o PagBank para dar opções de pagamento para seus clientes.

Afinal, nem todo mundo faz compras à vista com dinheiro. Por isso é preciso ter uma maquininha de cartão para aceitar esse método de pagamento.

Se você perder um tempo fazendo o seu plano de negócios, pode ter certeza que suas chances de sucesso serão bem maiores.

Diz aí, vai começar a fazer o seu plano de negócios? Se gostou deste artigo não deixe de compartilhar com seus amigos e parentes nas redes sociais.