Cursos gratuitos de planejamento financeiro

A Planejar está abrindo vagas para cursos online e gratuitos sobre planejamento financeiro. Os conteúdos vão desde educação financeira até planejamento da aposentadoria. Confira!

Publicidade
Publicidade

Planejamento financeiro

Planejamento Financeiro

Diante de um cenário de incertezas, muita gente está procurando conteúdos para melhorar a forma como lida com o dinheiro. Para atender essa demanda a Planejar abriu recentemente inscrições para cursos na área de planejamento financeiro.

Eles são destinados para auxiliar a população em um momento de crise, conscientizando a todos sobre a importância do planejamento financeiro em nossas vidas. Os cursos possuem uma duração de aproximadamente 10 horas e contam com uma linguagem simples e didática.

As inscrições já estão abertas para 6 cursos online e inteiramente gratuitos sobre planejamento financeiro. Ficou interessado em fazê-lo? Então dá só uma conferida neste artigo que separamos com exclusividade para você.

Como serão os cursos da Planejar?

A Associação Brasileira de Planejadores Financeiros (Planejar), está abrindo vagas para 6 cursos online de planejamento financeiro. Eles são voltados para quem quer aprender a organizar as finanças pessoais.

Publicidade

A duração dos cursos será de aproximadamente 10 horas e terão uma linguagem simples e didática. Nos cursos os alunos vão aprender mais sobre gestão financeira, gestão de ativos, gestão de riscos, planejamento para aposentadoria, planejamento tributário e planejamento sucessório.

Publicidade

Planejamento financeiro é para todos e deve ser feito por todos, independentemente da renda ou da classe social. A intenção dos cursos é trazer informações e aspectos básicos do planejamento financeiro a todos que queiram conhecer e dar seus primeiros passos nessa realidade”, conta Eduardo Forestieri, planejador financeiro CFP® e conselheiro da Planejar.


Veja também:


Interesse por educação financeira cresceu na pandemia

A pandemia de Covid-19 trouxe algumas mudanças em nossa sociedade. Uma delas é em relação à procura por educação financeira, que cresceu. Afinal, muita gente se viu sem renda de uma hora para outra.

Esse trauma está mudando a forma como o brasileiro lida com suas finanças pessoais. Até antes da chegada da pandemia, o brasileiro era conhecido por ser um povo imediatista, pouco preocupado em fazer poupança.

Uma recente pesquisa feita pela empresa de consultoria Oliver Wyman, que ouviu aproximadamente 4 mil pessoas, revelou que 70% dos entrevistados querem economizar mais no pós-pandemia. Por isso alguns conceitos passaram a popularizar-se.

Um deles é a reserva de emergência que antes da pandemia era pouco difundida no Brasil. Agora que as pessoas entenderam que podem ficar até 3 meses sem renda em um imprevisto, estão pensando mais sobre isso.

O curso também vai abordar temas como planejamento de aposentadoria, gestão de investimentos e principalmente organização do orçamento doméstico, que é onde as pessoas estão enfrentando mais problemas.

Um pouco mais sobre a Planejar

A Planejar já está há mais de 20 anos no Brasil, sendo a única instituição brasileira filiada à FPSB (Financial Planning Standards Board), e também a única autorizada a emitir a certificação CFP®.

O objetivo da instituição é promover o planejamento financeiro, transformando a vida das pessoas, além de promover a conscientização sobre a importância da organização financeira em nossas vidas. Atualmente a instituição conta com mais de 5 mil associados que estão distribuídos por todo o Brasil.

São iniciativas como essa da Planejar que estão colaborando para mudar um pouco a cultura do brasileiro, mostrando a importância do planejamento não somente para o agora, mas também para o futuro.

Além disso, um dos maiores problemas de estresse está relacionado à falta de dinheiro que normalmente acontece por falta de planejamento. Essa mudança cultural, no entanto, está apenas começando no país.

Esse talvez seja o maior legado da pandemia: mudar a relação do brasileiro com suas finanças, tornando-nos um povo mais consciente e planejador. Gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais.