Por que o seguro de vida é importante para suas finanças? Entenda!

Ter um seguro de vida pode garantir mais tranquilidade para os seus familiares em caso de morte, e também mais segurança para você caso alguma doença grave venha a acontecer durante sua vida.

Publicidade
Publicidade

Seguro de vida

Seguro de vida

Ninguém está preparado para lidar com a perda de um ente querido, seja uma esposa, um marido, um pai ou uma mãe. No entanto, é inevitável que em algum momento da nossa vida, nós tenhamos que lidar com isso.

O problema, contudo, é que as preocupações não ficam restritas somente na questão sentimental, se estendendo também nas questões financeiras. Afinal, você pode perder a pessoa responsável pelo sustento do lar.

Isso sem falar nos gastos que terá com funeral que custam em média R$ 2.500. E após a morte ainda terá todo gasto com burocracia como certidão de óbito, inventário e por aí vai. É aí que entra a importância do seguro de vida.

CARTÃO MEU BMG
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO MEU BMG

NEGATIVADO
 
SEM ANUIDADE
Um cartão de crédito do seu jeito!
Você permanecerá no site atual

Por que é importante ter um seguro de vida?

O seguro de vida garante uma maior tranquilidade das pessoas que ficaram por aqui. Ou seja, ele tem como objetivo dar suporte aos familiares e as pessoas próximas ao falecido, evitando que elas passem por um aperto financeiro maior.

Publicidade

Além disso, o próprio titular pode se favorecer do seguro antes da sua morte em caso de enfrentar uma doença grave, ou então ter que gastar com internações e com despesas médicas. Por isso, ele é tão importante.

Publicidade

A sua lógica é bastante parecida com a de outros seguros. Ou seja, você faz a contratação com uma cobertura para determinados eventos, e se eles acontecerem você recebe o valor coberto ou parte dele. Interessante, não é mesmo?

No caso do seguro de vida essa cobertura se estende aos beneficiários, sendo que em caso da sua morte, as pessoas que dependem de você não vão precisar se preocupar com dinheiro em um momento tão difícil como esse.


Veja também:


Quais são as coberturas previstas em um seguro de vida?

Atualmente existem diversos seguros de vida que cobrem diferentes eventos. No entanto, de um modo geral, a maioria deles cobrem invalidez acidental, assistência funeral, despesas médico-hospitalares, diárias de hospital, doenças graves, dentre outros.

Dependendo do seguro, nessas circunstâncias citadas é o próprio titular que recebe a indenização, já em outros casos são os seus beneficiários. Tudo depende da sua seguradora e do quão customizável é o seu plano.

A sua grande vantagem é que os gastos são planejáveis. Ou seja, você fará pagamentos mensais ou até mesmo anuais e não terá surpresas, diferente de quando acontece um imprevisto que chega de repente nos colocando em situação de desespero.

Existem planos, inclusive, que cobrem as despesas funerárias de familiares diretos. Nesse caso, mesmo que você seja o titular, se algum familiar direto seu vier a falecer, você receberá uma indenização para cobrir o custo do funeral.

Seguro de vida faz parte do planejamento financeiro

Conforme você pode ver no decorrer deste artigo, o seguro de vida faz parte do planejamento financeiro. Ou seja, você não é pego de surpresa quando perder algum ente querido, ou nem deixará desamparado os seus familiares quando partir.

No entanto, no momento de escolher um seguro de vida é preciso encontrar aquele que se encaixe no seu perfil, dê a cobertura que você deseja e tenha parcelas que cabem no seu bolso. Isso é essencial para evitar que você também se atrapalhe na hora de pagar.

E lembre-se que mesmo pagando um seguro de vida é fundamental deixar uma parte dos seus ganhos para a construção da sua reserva de emergência, pois é ela quem vai te salvar de apuros enquanto você ainda estiver vivo.

Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais e nos ajude a disseminar o conhecimento.