Tenho bom score de crédito. Por que não consigo ter um cartão?

O seu score de crédito tem boa pontuação mas mesmo assim você não consegue um bom cartão de crédito? Continue a leitura e descubra os motivos.

Publicidade
Publicidade

Score de crédito

score de crédito

Você tem um bom score de crédito e não está conseguindo ter o seu cartão aprovado? Continue com a gente para entender o porquê disso.

É comum muita gente relatar que possui um bom score, mas não está conseguindo aprovação em um cartão.

Então, fica sempre aquela dúvida: por que isso acontece? Por que mesmo com o nome limpo não consigo um cartão?

O motivo para isso está na análise de crédito. Afinal, não é levado em consideração apenas o score nesse momento.

Publicidade

O que é levado em consideração em uma análise de crédito?

Normalmente, a análise de crédito verifica dados de inúmeras fontes do mercado. Incluindo também o score de crédito.

Publicidade

Portanto, se você tem restrição no nome, esse é um impeditivo para ter um cartão. A não ser que o cartão seja consignado.

Afinal, no caso do cartão consignado não há consultas ao SPC. E nem ao Serasa. Porém, se esse não é o seu caso, você não pode ter restrição no nome.

No entanto, além de não ter restrição no nome, é preciso também ter um bom score de crédito para ter um cartão.

Mas, isso varia de acordo com a instituição que oferece o produto. Ou seja, existem cartões que aprovam mesmo com score baixo, e outros não.

O problema, entretanto, está quando não conseguimos ser aprovados de jeito nenhum. Mesmo tendo um bom score de crédito.


Veja também:


E por que isso acontece?

Um dos motivos pode estar relacionado ao seu histórico de bom pagador. Essa é uma informação geralmente indisponível para nós.

No entanto, os bancos conseguem saber quantas vezes o seu nome já foi negativado.

Ainda mais nos dias atuais, com a inteligência artificial cada vez mais desenvolvida. Portanto, se você já ficou devendo no passado, isso conta negativamente.

Além disso, há outro problema. Só para exemplificar, vamos imaginar que você ficou devendo R$ 2 mil em um cartão Itaucard. Essa dívida dobrou com os juros e chegou em R$ 4 mil. Você não pagou, e o seu nome passou a ter uma restrição.

Porém, depois de algum tempo o banco fez uma proposta incrível para você. E com apenas R$ 400 seria possível quitar a sua dívida.

Você foi lá e pagou. A restrição saiu do seu nome. No entanto, internamente, na Itaucard, você passou a ter uma restrição.

Desse modo, ao tentar qualquer cartão que seja da Itaucard, as chances de ser negado por conta disso são altas. Mesmo que hoje o seu score de crédito esteja bom.

E como ter um cartão de crédito então?

Se o seu histórico de pagador não é bom, a melhor forma de conseguir um cartão é começar um relacionamento com alguma instituição.

Ou seja, abrir primeiramente uma conta. Depois, começar a movimentá-la para o banco conhecer o seu perfil.

Portanto, comece a pagar as contas por lá. Deixe um pouco de dinheiro parado, enfim, faça uma boa movimentação.

Com o tempo você tenta solicitar um cartão de crédito. Certamente, o banco não irá negar. Pois, o seu score é bom, a movimentação da conta é boa e o banco te conhece, fica mais fácil.

Mesmo que a princípio o limite liberado não seja alto, com o tempo ele irá crescer. E conforme você vai pagando corretamente, mais limite você terá.

O Banco Santander, por exemplo, costuma observar a movimentação bancária para conceder o cartão para seus clientes.

Por isso, abrir uma conta lá, e depois tentar o cartão Santander Free, pode ser uma excelente opção se você não está conseguindo ter o seu cartão aprovado.

Gostou deste artigo? Então compartilhe ele com seus amigos nas redes sociais.

CARTÃO E CONTA SANTANDER
CARTÃO DA CONTA DIGITAL

CARTÃO E CONTA SANTANDER

SEM ANUIDADE
 
RECOMPENSAS
Cartão Santander para quem tem renda de R$ 500
Você permanecerá no site atual