SPC e Serasa: conheça a história destes dois órgãos que são o “terror” de quem deve



Anúncios



Publicidade

Mesmo sem dívidas, com toda certeza, muitos já ouviram falar dos temidos SPC/Serasa. Conheça mais sobre a história das entidades que medem as linhas de crédito no país.

Quem já teve o nome sujo com certeza já ouviu falar do SPC e do Serasa. No post de hoje a equipe do Crédito 21 vai te contar a história dos dois maiores bancos de dados de informações financeiras e comerciais de pessoas físicas e jurídicas (empresas) da América Latina.

As duas instituições, SPC e Serasa Experian fazem praticamente a mesma coisa, gerenciam uma lista com o nome e o CPF dos inadimplentes (os devedores, os mal pagadores). Quando uma pessoa fica devendo uma loja ou um banco, é para esses bancos de dados que o nome dela vai. A lista “suja o nome” da pessoa na praça; daí a expressão “fulano está com nome sujo”.

Desde 2013 no entanto, o Conselho de Defesa Econômica (Cade) aprovou um acordo entre as duas instituições, que permitiu que o banco de dados delas trocassem informações. Não se tratou de uma fusão, pois os banco de dados continuam separados e são gerenciados por grupos diferentes. Mas na prática, se seu nome foi parar em um desses banco de dados, o outro também fica sabendo rapidinho.

O SPC do CDL

O SPC, Serviço de Proteção ao Crédito, foi criado pela Câmara de Dirigentes Lojistas, o CDL, há mais de 55 anos. A alimentação do banco de dados é feita pelo comércio, que comunica a inadimplência dos seus consumidores. A capilaridade do SPC é gigante, pois o CDL se faz presentes nas pequenas cidades junto com as associações comerciais e tem o banco de dados alimentado pelo comércio, desde o pequeno lojista até as gigantes do varejo.



Publicidade

O site do SPC oferece a consulta ao seu CPF por, R$ 9,90. Quando você está planejando a limpeza do nome, essa consulta pode ser útil. (Veja o Post sobre planejamento para limpar o nome). Eles também oferecem um serviço de monitoramento de consulta dos seus dados. Este monitoramento ajuda pessoas que tiveram que tiveram os documentos perdidos ou roubados a prevenir que terceiros comprem de má fé em seu nome, sujando o seu nome.



Anúncios

O SPC oferta um cadastro positivo mas a adesão é voluntária. (Em breve teremos um post sobre os cadastros positivos, aguarde).

O Serasa

O Serasa nasceu em 1968, a partir de uma iniciativa dos bancos, por meio da Febraban. Em 2014 foi adquirida pela Experian, uma gigante mundial do setor de informações comerciais da Irlanda. Hoje a Serasa recebe 2,5 milhões de consulta por dia.

O objetivo na época da criação da Serasa era criar um banco de dados dos devedores dos bancos, que fosse centralizado e acessível a todo o sistema bancário brasileiro. Com isso, o principal alimentador desse banco de dados são os bancos.

A Serasa também oferece um cadastro positivo e consulta ao CPF, só que de graça, mediante criação de conta com login e senha. Da mesma forma que o SPC, eles também oferecem um serviço pago de monitoramento de CPF. Veja se é interessante para você.

Resumindo, se você ficar devendo o seu nome ficará sujo nas duas.

[relfake id=”1″]