Carro voador? Sim, graças a Uber e Hyndai.

Publicidade
Publicidade

Foi anunciado na feira international “Consumer Electronics Show” – CES 2020 – pela Uber e Hyndai o carro voador, fruto de um trabalho conjunto das empresas. Assim sendo, a inovação busca uma solução de táxi aéreo e integração de transporte que utilizará inteligência artificial para gerenciar o mobilidade.

A novidade parece coisa de filme de ficção, mas já é uma realidade. Graças a estas empresas líderes de mercado se uniram para buscar esta solução inovadora para o transporte de passageiros.

O carro voador terá capacidade para cinco pessoas e a velocidade de até 290 km / h, será capaz de alcançar uma altitude de 300 a 600 metros acima do solo. Além disso, a Hyundai diz que utilizará rotores menores, movidos a eletricidade.

O carro voador será completamente movido a eletricidade e por isso, o veículo produzirá menos ruído do que um helicóptero com motor a combustão; o que é crucial para as cidades preocupadas com a poluição sonora. Ademais, durante o horário de pico, serão necessários apenas cinco à sete minutos para recarregar. 

Publicidade

E a Hyundai diz que o carro voador terá um alcance de 100 quilômetros entre o carregamento. E isso não é tudo. A Hyundai também revelou conceitos para um centro de pouso e um “Veículo Construído com Propósito” (PBV) ecológico para transporte terrestre entre cada estação. 

Publicidade

O PBV se assemelha a um retângulo bege e utilizará a IA – Inteligência Artificial – para encontrar rotas ideais e viajar em pelotões, diz a Hyundai. Cada PBV poderá atender a várias funções, como trânsito, cafeteria ou clínica médica.

Quando o carro voador estará disponível?

A Uber anunciou que planeja sediar demonstrações de vôos este ano e disponibilizar comercialmente seu serviço em 2023. Além da Hyundai, seus parceiros incluem a subsidiária da Boeing Aurora Flight Sciences, Bell, Embraer, Joby Aviation e várias empresas imobiliárias.

Também assinou acordos com a Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço para desenvolver ideias relacionadas à infraestrutura e tecnologia de uma rede aérea sem tripulação.

Em seu anúncio na segunda-feira, a Hyundai disse que seria capaz de trazer “fabricação em escala automotiva” para o Uber Elevate, a divisão de transporte aéreo da empresa. A Hyundai ajudaria a produzir e implantar a aeronave, enquanto o Uber lidaria com suporte, conexões terrestres e a interface do cliente.

Analistas do Morgan Stanley disseram esperar que os táxis aéreos urbanos sejam comuns até 2040, com o mercado global entre US $ 1,4 trilhão e US $ 2,9 trilhões em tamanho até então. Pelo menos 20 empresas estão trabalhando para esse fim, incluindo startups, fabricantes de aeronaves Boeing e Airbus e montadoras como Toyota e Porsche.

“Estamos vendo o início de uma era completamente nova que abre os céus sobre nossas cidades”, disse Jaiwon Shin, chefe da divisão de mobilidade urbana da Hyundai, no anúncio. “Poderemos voar sob demanda – imagine isso.”

Conclusão

Enfim, o carro voador e táxi aéreo não é mais uma coisa completamente distante, pelo contrário, como vimos as tecnologias e empresas estão cada vez avançando mais para alcançar este objetivo.

Gostou da novidade? Então comente conosco sua opinião e compartilhe com seus amigos!

Veja mais em: “Nubank adquire Plataformatec: entenda o motivo e os objetivos“.