Entenda quando um Empréstimo pode ser bem vindo para o seu Negócio

Empréstimo é bom para uma empresa? Essa é uma pergunta bastante pertinente que muitas pessoas fazem, mas no final não sabem a resposta.

Inclusive há sempre aqueles que acreditam que ao tomar um empréstimo o seu negócio está indo para o buraco. Entretanto, apesar dos rumores há situações onde o empréstimo ajuda uma empresa a crescer.

Todavia, é importante salientar que antes de tomar um empréstimo é fundamental fazer um bom planejamento financeiro antes. Ou seja, é preciso saber se esse empréstimo trará para a empresa um retorno maior do que os juros cobrados.

Ter isso muito claramente definido é fundamental para que o empréstimo não seja um peso no orçamento empresarial.

Empréstimo para ampliação do capital de giro

Muitas empresas possuem um potencial de crescimento maior do que o capital que possuem. Sendo assim, essas empresas deixam de crescer o faturamento pelo fato de não terem dinheiro para isso.

Nessa situação um empréstimo bem planejado pode ser uma excelente solução. Vamos imaginar que uma empresa possua um faturamento de aproximadamente R$ 100 mil. Um custo fixo de R$ 60.000,00 e um custo variável de 30%. Nesse exemplo o lucro líquido da empresa é de R$ 10 mil.

Agora vamos imaginar que ao aplicar R$ 100 mil no capital de giro a empresa consiga crescer o faturamento em 50%, sendo que para isso o custo fixo precise saltar de R$ 60 mil para R$ 80 mil apenas.

Vamos pensar que o empréstimo, considerando os juros terá o valor de R$ 5 mil reais de parcelas, pagas em 30 meses. Nesse exemplo a empresa irá faturar R$ 150 mil. Subtraindo os 30% de custo variável sobra R$ 105 mil.

Ao subtrair o custo fixo sobram ainda R$ 25 mil. Como o valor da parcela do empréstimo é de R$ 5 mil, nesse caso a empresa saltou de R$ 10 mil para R$ 20 mil o seu lucro líquido. Ou seja, foi um excelente negócio tomar o empréstimo.

Leia também – Cartão de Crédito Zero Anuidade do Banco Pan é melhor que o Nubank? Conheça os benefícios deste cartão

Ampliar o tamanho da empresa

Uma outra situação onde o empréstimo pode ser usado como alavanca é para ampliar a empresa. E isso pode ocorrer de duas maneiras: adquirindo um novo barracão ou adquirindo novos maquinários.

Nesse caso, ao adquirir uma nova máquina a empresa ganhará em produtividade e consequentemente conseguirá expandir o seu faturamento. Assim como no exemplo acima, o crescimento do lucro é sempre maior do que o crescimento do faturamento.

Desse modo é possível pagar o empréstimo e ainda sobrar mais dinheiro para ser reinvestido na empresa. Contudo é preciso se atentar pois ao adquirir um maquinário para ampliar a produção haverá também uma maior necessidade de capital de giro.

Ou seja, a empresa precisará de dinheiro para comprar mais matéria-prima, contratar mais mão de obra, para então conseguir ampliar o seu faturamento. Por isso, antes de tomar o empréstimo é necessário que seja realizado um bom planejamento.

Investimentos em estoque também são interessantes, mas se considerarmos o estoque como um ativo circulante, entendemos que tomar um empréstimo para se investir em estoque é o mesmo que tomar um empréstimo para investir em capital de giro.

Quando o empréstimo pode ser prejudicial?

O empréstimo no entanto nem sempre é bom. Quando uma empresa está enfrentando dificuldades para pagar suas contas é porque algo está errado. Ou os custos estão em desequilíbrio ou as vendas não estão compensando a atividade do negócio.

Nesse caso é preciso colocar a mão na consciência e evitar sair fazendo empréstimos. Pois, se mesmo não pagando juros as contas já estão desequilibradas, ao encaixar uma prestação o problema somente se agravará.

Dessa forma, é preciso primeiramente fazer um bom replanejamento da empresa, para depois pensar em um empréstimo com prazo mais estendido que possa ser usado para quitar as dívidas e dar fôlego para o negócio .

Em outras palavras, é preciso realinhar o orçamento, calcular o valor da dívida, ajustar as vendas e os custos, tomar um empréstimo capaz de quitar a dívida e que as parcelas possam ser realocadas de um modo que a empresa consiga pagá-lo.

Gostou de saber um pouco mais sobre empréstimos? Então antes de pensar em buscar dinheiro para sua empresa veja em qual situação o seu negócio se encontra. Deixe o seu comentário e compartilhe essa notícia com seus amigos!