Juros mais baixos: CEF anuncia diminuição da taxa de juros

No dia 11 de dezembro o Copom decidiu baixar a taxa de juros Selic de 5% para 4,5%, o que motivou a Caixa Econômica Federal a ter juros mais baixos. Com a campanha: “Taxas ainda mais baixas. Não é promoção. Agora é assim!”, a CEF pretende melhorar as condições de acesso ao crédito.

Para quem utiliza cheque especial, as notícias melhoraram um pouco as coisas. O juro bancário brasileiro é historicamente muito alto. No entanto, com o aumento das concorrentes digitais e a baixa na taxa Selic, muitos estão procurando baixar taxas e se adequar ao mercado.

A caixa logo percebeu a possibilidade e começou a investir na divulgação na baixa de suas taxas bancárias. As novas taxas valerão para a próxima segunda feira dia 16 de dezembro de 2019.

Para se ter uma ideia, o cheque especial vai cair de 8,99% ao mês para 8% ao mês, mas vai dar realmente diferença par quem tem relacionamento com o banco: 4,95% ao mês, é uma diferença considerável. A redução de juros também influenciará o mercado financeiro de financiamento da casa própria da Caixa Econômica Federal.

É importante dizer que o percentual da taxa Selic de 4,5% é o menor desde 1999! A redução dos juros começou já a partir de julho deste ano.

Quais as principais mudanças com os juros mais baixos na CEF?

Houveram reduções nos juros para pessoas físicas e também para pessoas jurídicas, confira a seguir as principais mudanças

Vantagens para pessoas físicas (CPF)

  • Cheque especial a partir de 4,95% ao mês, recebendo o salário na CEF.
  • Crédito pessoal: Taxas a partir de 2,29% ao mês.

Vantagens para pessoas jurídicas (CNPJ)

  • Cheque especial: Redução de 40%, com taxa máxima de 8,99% ao mês.
  • Antecipação de recebíveis: taxa a partir de 1,85% ao mês
  • Capital de giro: taxa nova a partir de 0,95% ao mês.

Conclusão

A nova taxa de juros pode favorecer muito quem está a procura de crédito para pagar contas, mas principalmente para se desenvolver. Diria que com o crédito mais barato e a economia crescendo é uma ótima notícia para quem investe em algum negócio, ainda que pequeno.

Entretanto, a taxa de juros baixa também favorece quem estava com problemas de endividamento. Já que agora é mais acessível negociar a dívida e diminuir o valor total, e além dos juros mais baixos ainda há que se dizer que com a economia em processo de aquecimento haverão mais empregos e oportunidades de mercado e negócios.

Quer saber mais novidades? Então confira o post: “Setor de serviços tem o melhor mês de outubro em 7 anos“.

Isto e mais você pode encontrar no site oficial da caixa que está com todas as novidades no ar.

Gostou da notícia? Então não deixe de comentar sua opinião.