Mudanças nas regras do Pix: Banco Central limita transações a noite

Com o propósito de garantir mais segurança nas transações feitas com Pix, o Banco Central limitou o valor das transferências feitas em horário noturno, e deu a opção para as pessoas definirem esse horário.

Mudança no Pix

Regras Pix

O Pix chegou ao Brasil para revolucionar a maneira como lidamos com as nossas finanças. Por trazer tamanha facilidade e comodidade em nossas vidas, o papel-moeda foi aos poucos saindo de circulação.

Entretanto, com o aumento no número de transações, também cresceram os golpes envolvendo a plataforma do Banco Central. Dentre eles, estão os sequestros relâmpagos que dispararam nas capitais.

Para evitar esse tipo de situação, o Banco Central mudou algumas regras no Pix, dentre elas está a limitação do valor transacionado no período noturno. Quer saber mais sobre essa novidade? Vem com a gente neste post.

CARTÃO BANCO PAN
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO BANCO PAN

CASHBACK
 
MILHAS E VIAGENS
Use mais, pague menos e controle tudo pelo App!
Você permanecerá no site atual

O que muda nas transações noturnas?

Há algum tempo o Banco Central havia limitado as transações no período entre às 20h e 06h para R$ 1 mil. Essa foi uma mudança que visava limitar a quantidade de golpes que estavam acontecendo no período noturno.

Entretanto, agora os usuários passam a ter duas opções de horário noturno: às 20h ou às 22h. Em ambos os casos, a partir da hora estipulada haverá a restrição do valor em R$ 1 mil para as transações.

A escolha do período noturno pode ser feita até o dia 29 de julho de 2022. Essa mudança é vista como positiva por muita gente. Pois, alguns usuários acreditavam que o período entre às 20h e 06h era muito estendido.

Além disso, o cliente que quiser aumentar o valor pode fazer a solicitação junto ao banco no qual está cadastrada a sua chave Pix. A instituição tem entre 24h a 48h para fazer essa alteração, não sendo ela instantânea.

Esse prazo também é pensado para que os clientes não sejam vítimas de golpes. Por exemplo, se o cliente sofre um sequestro relâmpago, ele não tem como alterar o limite para fazer a transferência para o meliante.


Leia também:


Mais segurança para quem usa o Pix

Apesar da alta adesão em pouco tempo, muita gente passou a se sentir insegura em usar a plataforma por conta dos crescentes golpes, principalmente os sequestros relâmpagos, que é um tipo de golpe que envolve todo um assédio psicológico.

Com a decisão do Banco Central, isso ficou um pouco mais difícil de acontecer. No entanto, em um primeiro momento, houve uma certa resistência em torno da mudança, uma vez que o horário para o limite de R$ 1 mil ficou muito estendido.

Entretanto, agora com a possibilidade de mudar o horário para às 22h, ficou bem melhor para as pessoas que acabam trabalhando até mais tarde. e ao que tudo indica, outras funcionalidades deverão chegar.

Inclusive, neste mês também serão iniciadas duas funcionalidades na plataforma: o Pix Saque e Pix Troco, que vai possibilitar às pessoas realizarem saques em estabelecimentos comerciais usando o Pix.

Mas, afinal, o que é o Pix?

Para quem não sabe, o Pix é uma plataforma do Banco Central que foi ao ar em 16 de novembro do ano passado. A partir de então é possível fazer transferências a qualquer hora do dia, em qualquer dia da semana.

Para isso, basta cadastrar uma chave Pix em uma instituição bancária que tenha aderido ao sistema e pronto. Essa chave Pix pode ser o número do seu CPF, CNPJ, telefone celular, e-mail, ou um número aleatório fornecido pelo Banco Central.

Vale destacar que a chave Pix não pode ser a mesma para mais de duas instituições. Entretanto, você pode ter mais do que uma chave Pix. Com ela criada, é só você digitar a chave Pix da conta de destino e transferir o valor que deseja.

Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais e nos ajude a disseminar o conhecimento.