4 dicas para você começar a investir no Nubank ou Banco Inter com segurança!

Investir no Nubank ou Banco Inter pode parecer algo fácil, uma vez que as duas contas oferecem boas opções. No entanto, é preciso ter bastante cuidado para fazer a escolha certa de acordo com os seus objetivos.

Publicidade
Publicidade

Investir no Nubank ou Banco Inter

investir Nubank e Inter

Os bancos digitais estão oferecendo cada vez mais alternativas para os seus clientes. Desde transferências, até depósitos em cheques, chegou a vez deles ampliarem o portfólio de investimentos com opções bastante atraentes.

Quem está se destacando nesse cenário é o Banco Inter que possui a plataforma PAI e que oferece desde opções de renda fixa até renda variável para os seus correntistas. O Nubank para não ficar para trás adquiriu no ano passado o Easynvest.

Neste ano, o Easynvest passou a ser chamado de NuInvest e em breve, além das opções em CDB, os clientes também poderão fazer investimentos em ações na B3 sem precisar sair do aplicativo. Quer saber mais? Vem com a gente.

CARTÃO BANCO INTER
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO BANCO INTER

SEM ANUIDADE
 
CASHBACK
Cartão de crédito ou débito, internacional com custo ZERO
Você permanecerá no site atual

Como investir no Nubank ou Banco Inter?

Tanto no Nubank quanto no Banco Inter é bem fácil investir, afinal ambos os bancos digitais possuem a aba investimentos, na qual você pode escolher as opções que melhor se encaixem no seu perfil.

Publicidade

Contudo, é preciso esclarecer que antes de escolher qualquer tipo de investimento, você precisa estar consciente dos riscos e retorno que ele pode trazer. Por isso, separamos logo abaixo 4 dicas para te ajudar nessa empreitada.

Publicidade

1 – Saiba a diferença entre renda fixa e renda variável

Se você é cliente do Nubank por enquanto terá só opções de investimento em CDB. Isso quer dizer que, por enquanto, não precisa se preocupar muito em entender a diferença, uma vez que não terá à disposição ativos de renda variável.

Já se você é cliente do Banco Inter, precisa estar atento nessa diferença. Basicamente, os ativos de renda fixa costumam ser mais seguros com uma rentabilidade menor, e os ativos de renda variável possuem mais risco.

Portanto, se você é uma dessas pessoas que não gosta de ver o seu dinheiro oscilando, ora perdendo e ora ganhando, uma boa alternativa para você é investir em renda fixa, cuja rentabilidade será sempre positiva.


Leia também:


2 – Entenda quais são os custos dos investimentos

A grande maioria dos investimentos possuem custos como taxa de administração ou imposto de renda retido na fonte. É importante você se inteirar desses custos antes de investir, pois eles irão correr uma parte da sua rentabilidade.

Por exemplo, sobre a rentabilidade do CDB incide imposto de renda, já sobre a rentabilidade do LCI e LCA não. Isso pode fazer uma grande diferença na rentabilidade final, por isso é importante fazer essa apuração.

3 – Defina objetivos antes de investir

Um outro ponto bastante importante é definir objetivos antes de investir. Ou seja, você está guardando dinheiro para que? Se for uma reserva de emergência, ela deverá ser aplicada em um ativo seguro e de liquidez imediata.

Já, se você está poupando para o longo prazo, poderá optar por ativos mais rentáveis com resgates mais longos. Portanto, definir a meta do seu investimento também é importante para fazer a escolha certa do ativo.

4 – Acompanhe a rentabilidade do seu investimento

A troca de investimentos é algo que você pode fazer se desejar. Ou seja, deixar de investir em um CDB para investir no Tesouro Direto se ele estiver mais atrativo. Portanto, acompanhar a rentabilidade do investimento é fundamental.

Assim você pode ver se a rentabilidade está sendo superior à inflação, e se ela está compatível com outros ativos do mercado. São detalhes que podem fazer uma grande diferença no final das contas.

Agora que você já sabe como investir, é só escolher a opção que mais se adapta ao seu perfil de investidor e começar. Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos seus amigos e parentes nas suas redes sociais.