Amazon Prime Air: entrega feita por drones pode se tornar realidade

Conheça as entregas Amazon Prime Air feitas por drone. O principal objetivo é deixar as entregas mais rápidas. Confira.

Publicidade

Amazon Prime Air

amazon prime air

A cada dia que passa as entregas feitas por drone estão ganhando mais espaço. Agora foi a vez da Amazon anunciar as entregas via Prime Air.

Para isso a empresa possui a aprovação da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA) para começar a realizar os testes de entregas comerciais não tripuladas.

No entanto, apesar da autorização, a empresa ainda não deu previsão sobre quando o sistema passará a operar.

Apesar de estar ganhando notoriedade ultimamente, esse é um projeto razoavelmente antigo, sendo que seu anúncio foi feito no ano de 2013.

Publicidade

O principal objetivo é deixar as entregas mais rápidas, mas como tudo que é novo, muitas barreiras foram impostas para que o projeto pudesse ser colocado em prática.

Publicidade

A segurança do Amazon Prime Air

Um dos principais fatores em relação a aplicação desse novo sistema de entrega é a preocupação com a questão da segurança.

Afinal, para que as entregas sejam feitas de maneira efetiva, é preciso que o veículo vá além da zona de visão dos seus operadores, e isso gera preocupação nas zonas com alta densidade populacional.

Além do mais também há a questão dos altos prédios e obstáculos que podem surgir nos centros urbanos mais populosos.

No entanto, com a aprovação recente da FAA, as coisas poderão andar mais rápido para a Amazon, que pretende melhorar assim a sua logística de distribuição.

Um passo importante para o futuro

David Carbon, vice-presidente do Prime Air, anunciou em um comunicado à Bloomberg que esta certificação é um importante passo. Além disso, indica confiança da FAA nos procedimentos operacionais e de segurança da Amazon.

Segundo David Carbon, a empresa espera realizar este tipo de operação não só nos Estados Unidos mas em todo o mundo caso ela realmente se mostre um sucesso.

Para se ter uma ideia, no último ano, a empresa chegou a apresentar um drone que consegue viajar 24 quilômetros transportando encomendas com aproximadamente 2 quilos.

Esse drone se baseia em sensores visuais, de temperatura e ultrassônico, sem contar no aprendizado de máquina para realizar um voo de maneira segura, com uma tecnologia que consegue prever e também evitar acidentes.


Veja também:


Os testes da Amazon deverão começar em breve

Embora a expectativa em cima do projeto seja grande, não há detalhes por parte da empresa sobre quando os testes irão começar de fato.

Portanto, as diretrizes vão ser adaptadas de regras de segurança que empresas aéreas deverão seguir ao oferecer serviços de linha comercial.

A FAA afirmou que ainda está desenvolvendo normas mais adequadas para esse formato de operação, sendo que elas serão apresentadas ainda neste ano.

No Brasil, recentemente o Ifood também começou a realizar testes para fazer entregas com drones. Neste primeiro momento eles serão usados apenas em uma parte do percurso.

Sendo assim, o drone não irá fazer a entrega de ponta a ponta, mas irá agilizar uma parte do processo, diminuindo o tempo de entrega dos pedidos.

Dessa forma, as empresas de tecnologia estão dando um passo importante para o futuro. E muito em breve teremos transformações significativas nesse sentido.

Gostou deste artigo? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta notícia com seus amigos nas redes sociais.