Quer começar 2021 sem dívidas? Confira nossas dicas!

O ano de 2020 foi desafiador agravado pela pandemia. Evite começar 2021 com dívidas. Confira cinco dicas para você se organizar financeiramente ainda neste ano.

Publicidade
Publicidade

Quer começar 2021 sem dívidas?

começar 2021 sem dívidas

Mais um ano está chegando ao seu final. Um ano que realmente foi difícil para grande parte da população brasileira e mundial.

Uma pandemia chegou, fechou estabelecimentos, gerou desemprego e colocou muita gente em aperto nesse ano de 2020.

E para evitar que você comece 2021 cheio de dívidas, separamos neste artigo cinco dicas para você se organizar financeiramente ainda neste ano. Dá uma conferida.

1 – Levante todas as dívidas que você possui

O primeiro passo para você começar 2021 sem dívidas, é, portanto, levantar todos os débitos que você possui para se organizar.

Publicidade

Dessa forma, ficará mais fácil de fazer um planejamento para começar a pagar as suas contas, seja à vista ou então parceladamente.

Publicidade

Sem saber exatamente quanto você deve, fica bem mais difícil se organizar e criar um planejamento para começar a se livrar das contas.

Por isso, para começar 2021 sem dívidas, a primeira dica é levantar tudo o que você tem em aberto e começar a se planejar para pagar.

2 – Use o seu 13º salário para pagar contas em aberto

Se durante este ano de 2020 algumas contas ficaram para trás, o ideal é usar o seu 13º salário para pagar suas contas.

Ao invés de sair comprando, pague o que você deve para começar 2021 de cabeça erguida, e evite fazer novas dívidas neste ano.

Se ainda assim o valor do seu 13º não for suficiente para honrar os seus compromissos, faça um bom planejamento e parcele parte dos seus débitos.

Veja um valor que caiba no seu orçamento, e evite fazer promessas de pagamento que você não vai conseguir honrar depois.


Veja também:


3 – Evite fazer compras por impulso neste final de ano

Uma outra dica para começar 2021 sem dívidas é não sair comprando por impulso neste final de ano. Aliás, essa é uma das dicas mais importantes.

Pois, as compras por impulso acabam atrapalhando demais o nosso orçamento e quando nos damos conta, não conseguimos pagá-las.

No final das contas, acabamos avançando no cheque especial, no rotativo do cartão, e os juros vão corroendo a nossa renda.

Por isso, antes de fazer qualquer compra, avalie se realmente aquele produto é necessário, pois isso pode fazer toda a diferença no seu orçamento de final de ano.

4 – Tome cuidado com o parcelamento

Um outro cuidado que você precisa ter é com as compras parceladas. Afinal, ao somar todas as parcelas, você pode ficar sem ter como pagar.

Por exemplo, você faz uma parcela de R$ 50 aqui, outra de R$ 30 ali, e na hora que soma tudo, você tem quase R$ 400 de parcelas para pagar.

Esse tipo de problema é mais comum do que você imagina. E por isso é preciso muito cuidado na hora de sair parcelando as compras.

Vá marcando certinho as parcelas que você está fazendo para no final das contas não começar o ano completamente endividado.

5 – Se possível faça todas as compras à vista

O ideal para começar 2021 sem dívidas é fazer todas as compras à vista em 2020. Isso vai evitar aquele monte de parcela em janeiro.

Mesmo que o seu ordenado esteja curto, compre presentes mais baratos, vá procurando por descontos, e faça de tudo para esticar sua renda.

Quanto mais controle você tiver do seu orçamento, mais tranquilidade você terá no começo do ano, que é quando vencem algumas contas.

Se for preciso, tome um empréstimo pessoal para pagar em um prazo bem longo, para que, assim, as parcelas não comprometam sua renda.

Na plataforma Bom Pra Crédito dá para fazer uma boa comparação. Mesmo que nesse caso você comece 2021 com dívidas, elas estarão mais controladas. Gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais.