Dobra a quantidade de brasileiros com conta digital!

Pesquisa feita pelo Cantarino Brasileiro, a pedido da Akamai Technologies, mostrou que o número de brasileiro com contas digitais dobrou em 2020. Saiba mais a seguir.

Conta digital entre os brasileiro

Brasileiros com conta digital

Você sabia que o número de brasileiros com conta digital em 2020 mais do que dobrou em relação a 2019?

Pois é, um levantamento feito pelo Cantarino Brasileiro, a pedido da Akamai Technologies, mostrou que 43% dos entrevistados possuem uma conta digital, esse número era de apenas 18% em 2019.

Essa foi a terceira pesquisa feita sobre o tema e ouviu 1.083 pessoas entre os dias 9 e 23 de junho, via internet. A média de idade dos entrevistados é de 38 anos.

Quer saber mais sobre o crescimento das contas digitais? Então continue com a gente só mais alguns minutinhos.

O que revelou a pesquisa do Cantarino Brasileiro?

De acordo com a pesquisa da Cantarino Brasileiro, o número de pessoas com contas digitais no país mais do que dobrou em relação a 2019.

Segundo o levantamento, 40% dos entrevistados consideram que a taxa é um dos fatores mais relevantes para a decisão de mudança. 

Para 34% das pessoas ouvidas pela pesquisa, a capacidade de acessar serviços de qualquer lugar tem um peso bastante favorável também. Até porque, 68% dos entrevistados disseram que usam os aplicativos dos bancos como a principal forma de acesso.

A pesquisa revelou também que 75% dos entrevistados se sentem seguros com seus bancos, e 57% verificam eventos de vazamento de dados antes de abrir uma conta.

Dessa forma, 33% dos entrevistados disseram que para abrir uma conta é fundamental que a instituição financeira nunca tenha sofrido vazamento de dados.

Só para ter uma ideia, 54% das pessoas disseram que o uso da biometria de dedo ou face aumenta a sensação de segurança nas transações financeiras.

Em resumo, os consumidores estão se tornando cada vez mais exigentes em relação à segurança de dados e experiência com o aplicativo.


Veja também:


Qual o motivo do crescimento exponencial dos bancos digitais?

Segundo Claudio Baumann, diretor da Akamai no Brasil, esse crescimento é também um reflexo da pandemia, no entanto, a digitalização do setor bancário é inevitável.

Baumann ainda esclarece que esse crescimento é uma indicação de que mesmo os clientes dos bancos tradicionais terão uma interação com uma conta digital.

Além disso, o Pix, nova plataforma de pagamentos do Banco Central, também veio para colaborar para o crescimento da digitalização do sistema bancário. Até porque, no longo prazo, a ideia do BC é que o Pix se torne um verdadeiro Open Banking no país.

Para quem não sabe, Open Banking é conhecido também como sistema financeiro aberto que permite o compartilhamento de informações entre instituições, mediante autorização da pessoa que gera o dado.

Qual a vantagem do Open Banking?

A principal vantagem do Open Banking é que as instituições terão mais base para a tomada de decisões, o que irá baratear o crédito no mercado.

Por exemplo, vamos supor que você tenha um relacionamento com o Banco do Brasil por dez anos, mas por algum motivo você está descontente com o banco.

Nesse exemplo, vamos considerar que o seu relacionamento com o BB é bom, e você tem uma linha de crédito disponível com boas condições.

Se você abrir hoje, uma outra conta no Santander, por exemplo, vai precisar reconstruir todo o seu histórico, porque o banco não sabe desse seu relacionamento com o BB.

Com a implantação do Open Banking, porém, você pode autorizar o Banco do Brasil a fornecer os dados ao Santander. Isso será feito por essa plataforma do BC.

Entendeu por que o crédito fica mais barato? Porque o banco passa a ter muito mais conhecimento sobre os seus hábitos e histórico de pagamento.

Em resumo, a digitalização dos bancos está apenas começando. E você, o que acha dessa transformação? Se gostou, compartilhe com seus amigos nas redes sociais.