Como investir no tesouro direto? Na Órama a taxa de corretagem é zero!

Começar a investir é simples, mas aí vem aquela pergunta: quais os custos de investir? A tabela de encargos do Tesouro Direto é bem simplificada. Saiba mais a seguir.

Publicidade
Publicidade

Como investir no tesouro direto?

Como investir no tesouro direto? Na Órama a taxa de corretagem é zero!

O Tesouro Direto rende mais que a poupança e é possível começar com apenas R$ 30. Tudo de bom, né? Quanto aos custos, na Órama, a taxa de corretagem é zero!

Talvez você esteja se perguntando o que é o Tesouro Direto. É possível que tenha ouvido falar que é uma boa forma de investimento, mas ainda não sabe ao certo como funciona.

Como os investimentos começam em apenas R$ 30 reais, é possível que você vá investindo e estudando o mercado para que tome uma boa decisão. Interessante, não é mesmo?

Ao ver os títulos de crédito, você verá que alguns tem vencimento para o próximo ano, enquanto outros vencem só daqui a 10 anos. Quando mais tempo, melhor o rendimento, mas é possível resgatar (retirar o dinheiro) a qualquer momento, com rendimento proporcional.

Publicidade

Começar a investir é simples, mas aí vem aquela pergunta: quais os custos de investir? A tabela de encargos do Tesouro Direto é bem simplificada, já que o objetivo é dar acessibilidade. Legal, né? Confira a seguir como funciona!

Publicidade

Rendimento x taxas: descubra se vale a pena

Ao investigar um bom investimento, além do percentual de rendimento, você deve prestar atenção também nos custos. Veja a seguir quais são e como fazer uma boa escolha!

Taxa de corretagem

Este é o percentual que a empresa cobra para intermediar o investimento. A taxa pode ser de 1% ao ano, vale lembrar que tem mais peso se você decidir retirar antes do previsto.

Na Órama a taxa de corretagem ou de administração é gratuita, você não precisará se preocupar com ela! 😉

Taxa de custódia e de cupom de resgate

A taxa de custódia é aquela que você paga para o BM&F Bovespa para que ele guarde o seu título, administrado pela corretora. O valor não é alto, logo, não é motivo de preocupação.

Além disso, assim como o cupom de resgate, você pode simular o valor do custo antes de realizar o investimento.

Imposto de Renda

Considerando que você escolha um bom investimento (taxa, tempo, montante e título), o imposto de renda pode não ser problema. Importante lembrar que ele incide apenas sobre os rendimentos, e não sobre o valor investido.

A alíquota do IR pode diminuir consideravelmente de acordo com o tempo de investimento, veja a tabela:

– 22,5%, em até 180 dias 

– 20%, 180 e 360 dias 

– 17,5%, entre 361 e 720 dias

– 15% acima de 720 dias

Parece muito, mas se considerar:

1) deixar por mais tempo o dinheiro rendendo

2) o valor investido fica guardado, seguro

3) somente sobre o rendimento existe incidência de imposto de renda

Podemos concluir que o Tesouro Direto é um bom investimento.


Veja também:


Como iniciar os investimentos no Tesouro Direto? Quais as vantagens de investir com a Órama?

Depois de decidir investir no Tesouro Direto é hora de escolher uma corretora para realizar a intermediação. Quando for decidir a corretora, considere duas coisas:

Acessibilidade

Numa corretora onde seja fácil investir, fica muito mais simples começar e gerenciar os seus investimentos. A Órama funciona em um plataforma completamente digital, oferecendo segurança e praticidade para que você realize os investimentos.

Taxa de corretagem

Como é um custo a ser considerado, você deverá prestar atenção em qual é a cobrança de taxa de corretagem ou de administração da empresa. Na Órama este custo é gratuito, logo você não vai precisar desembolsar e pode focar em investir.

Enfim, hoje neste conteúdo você descobriu como investir no tesouro direto sem esquentar a cabeça com taxa de corretagem. Além de poder acessar a plataforma digitalmente e realizar os investimentos à distância, pela internet.

Gostou das informações, dicas e novidades? Não deixe de compartilhar o conteúdo nas redes sociais! 🙂