quarta-feira, abril 17, 2024

Marketplace do Banco Inter já vende na casa dos bilhões

Share

Marketplace do Banco Inter

Intershop

O Banco Inter lançou, há pouco mais de dois anos, o seu market place, no qual é possível fazer recarga de celular, comprar aparelhos novos, televisores, games, eletrodomésticos, computadores e muito mais.

O que no começo era apenas uma “lojinha”, tornou-se um verdadeiro shopping com um volume de aproximadamente R$ 2 bilhões em vendas nos primeiros oito meses deste ano. A projeção é fechar 2021 com algo em torno de R$ 3 a R$ 4 bilhões.

Só para ter uma ideia, a cada segundo e meio, o Inter Shop registra uma venda, sendo que durante a sua curta vida, a plataforma já conta com mais de 2 milhões de clientes que foram atraídos pela proposta do cashback.

CARTÃO BANCO INTER
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO BANCO INTER

SEM ANUIDADE
 
CASHBACK
Cartão de crédito ou débito, internacional com custo ZERO
Você permanecerá no site atual

Como funciona o Inter Shop?

O Inter Shop, conforme antecipamos, chegou ao mercado há pouco mais de 2 anos atrás. Nesse tempo, mais de 200 milhões de reais foram devolvidos em forma de cashback aos clientes que fizeram algum tipo de compra.

Você deve estar se perguntando como o banco ganha nessa. A verdade é que antes do Shopping, o banco ganhava de 1% a 1,5% se um cliente comprasse de uma loja qualquer usando o cartão do banco.

Agora, ao comprar direto na plataforma, o grupo ganha de 4% a 18% do valor dos produtos vendidos fazendo a venda dentro do seu aplicativo. Isso permite que o Inter Shop ofereça generosos cashbacks aos clientes e ainda lucre.


Leia também:


A “lojinha” do Inter está em pleno crescimento

Rodrigo Gouveia, CEO da empresa, chama o marketplace do Banco Inter carinhosamente de “lojinha” que na verdade de pequena não tem nada. Afinal, a intenção do banco é atingir o potencial para um público de 13 milhões de clientes.

E isso não deverá demorar. Até porque, todos os dias 30 mil novos clientes chegam ao aplicativo. Assim, o Inter está conseguindo provar aos seus investidores que pode crescer e quem sabe virar uma mega loja como o Mercado Livre.

Atualmente, os vendedores que atuam dentro do Marketplace do Banco Inter possuem o tamanho de uma Casas Bahia, mas a intenção é conseguir introduzir as pequenas lojas para o shopping e entrar na cauda longa, que é vender tudo o que uma pessoa precisa.

Para alcançar esse objetivo, o Inter Shop pretende se aproveitar de uma outra sinergia com o banco Inter, que são os clientes pessoas jurídicas e MEIs. Ou seja, o banco pretende vender os produtos dos seus próprios clientes.

Além disso, a empresa quer usar e abusar da nova parceria com a Linx/Stone que virou sócio do Inter recentemente e tem na sua carteira justamente esse perfil de clientes. A intenção é construir um shopping para as pequenas empresas.

Um pouco mais sobre o Banco Inter

O Banco Inter é um dos mais antigos bancos digitais do Brasil. Hoje a instituição possui mais de 12 milhões de clientes, e por isso figura entre os bancos digitais mais conhecidos do país, com um App bastante completo.

Vale destacar que poucos bancos digitais oferecem a mesma quantidade de opções que o Inter. Até porque, na plataforma do banco é possível encontrar tudo o que precisa, desde opções de investimentos até seguros e planos odontológicos.

Isso sem contar que o Inter Shop é aberto até para quem não é cliente da instituição, e esse é um dos seus grandes segredos para atrair cada vez mais clientes para a plataforma. Portanto, o crescimento da “Lojinha” do Inter está apenas começando.

Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais e nos ajude a disseminar o conhecimento.

José Carlos Sanchez Júnior
José Carlos Sanchez Júnior
José Carlos é escritor e redator com formação acadêmica em Administração de Empresas e MBA em Gestão Financeira Controladoria e Auditoria formado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Read more

Local News