Méliuz dá cashback aos clientes e é boa opção para investidores

Quer receber seu dinheiro de volta ao comprar com o cartão de crédito? Continue a leitura e conheça o cashback do cartão Méliuz.

Publicidade
Publicidade

Méliuz dá cashback aos clientes

Meliuz na bolsa

Méliuz começou como uma marca que oferecia descontos em compras na internet, através do seu site. Atualmente, também trabalha com cartão de crédito e cashback nas compras e, recentemente, aprovou a emissão de 4,59 milhões de ações ordinárias, ou seja, você pode investir neles na bolsa de valores.

Os clientes da Méliuz tem um diferencial interessante, pouco encontrado na concorrência, que é o cashback nas lojas virtuais e nas compras no seu cartão de crédito. O banco Pan é responsável pelos serviços bancários oferecidos pela marca.

Além da vantagem percebida, que é o ganho em uma compra, uma mensagem mais poderosa que o desconto, a anuidade do cartão é gratuita. Desta forma, os clientes da Méliuz sentem que sem custo adicional, tem acesso à maior valor, aumentando o custo benefício.

CARTÃO MÉLIUZ
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO MÉLIUZ

CASHBACK
 
SEM ANUIDADE
Receba de volta parte do dinheiro que gastar
Você permanecerá no site atual

Considerando o aumento da oferta de cartões de crédito pela internet, o Méliuz se encontra com vantagem competitiva importante. A seguir será possível entender melhor como está funcionando o aumento de capital social por meio de emissão de ações da Méliuz.

Publicidade

Solicite hoje seu cartão de crédito sem anuidade e com cashback!

Publicidade

Veja também:


Bradesco BBI e Itaú BBA começam a cobertura de ações da Méliuz

O capital social, é o valor que a empresa tem em ativos, em investimentos e caixa, por exemplo. Até agora a empresa já tinha R$ 298,7 milhões, a intenção é subir para R$ 344,6 milhões, com um aumento de R$ 126,4 milhões no total.

O aumento de capital visa a expansão, buscar mais clientes, e até mesmo novos produtos bancários, como empréstimos. No lançamento, dia seis, as ações foram comercializadas a R$ 10 reais cada, mas já subiram e tendem a aumentar.

No dia 15 cada ação era de R$ 14,70, com um aumento de 8,89%. Especialistas acreditam que no fechamento, cada ação esteja valendo R$ 20 reais, com aumento de 48%.

Segundo o BBI, o Méliuz tem uma “clara vantagem competitiva”, já que tem capacidade de inovar em ritmo acelerado. Além dos benefícios percebidos pelos clientes, facilitando a expansão e aumento da cartela de clientes, e consequentemente o lucro.

Atualmente, o Méliuz tem 13 milhões de clientes, sendo deles R$ 3,6 milhões ativos. No setor de cashback em compras de lojas digitais, a marca é líder, mas a participação de mercado ainda está em apenas 2,9%. 

Por isso, segundo o BBI, ainda há espaço para crescimento de 40% na receita total, no período de 2020 até 2023. Além disso, estão entre as lojas parceiras do Méliuz grandes redes do varejo, como Submarino, VVAR e Magalu.

Vale a pena investir nas ações da Méliuz?

A primeira coisa é entender um pouco de como funcionam ações ordinárias, e depois o potencial de ganhos do Méliuz.

As ações ordinárias são aquelas com direito a voto. Por isso, quando houver uma votação entre acionistas sobre um assunto importante é possível influenciar a decisão.

Vale a pena comentar que o direito de voto é sempre proporcional à quantidade de ações adquiridas. Além disso, o grupo ou pessoa que tiver maioria de ações tem também mais capacidade de decisão.

Uma vez que as ações são compradas, a empresa recebe o dinheiro para investir em seus negócios, e em contrapartida distribui dividendos. Quando há lucro, proporcionalmente ao valor investido, são pagos anualmente os dividendos aos acionistas. 

Por outro lado, em caso de prejuízo, não há pagamento e o valor da ação para uma eventual revenda fica mais baixo. Por isso, é necessário sempre avaliar o mercado e as condições de lucro que a empresa tem, neste caso a Méliuz pode ser um investimento interessante.

Enfim, neste conteúdo foi possível ver que além de ter vantagens e benefícios para clientes, também é promissora para investidores. Interessante, não é verdade? Não esqueça de compartilhar nas redes sociais!