Saque Imediato FGTS: Conheça a data limite para aderir

Publicidade

Dia 31 de março é a data limite para aderir ao Saque imediato FGTS, então se você pretende escolher a esta modalidade, fique atento para não perder o prazo. Nesta forma de saque, o trabalhador tem direito a receber o FGTS no mês de aniversário, confira mais a seguir.

A Caixa Econômica diz que cerca de 57,9 milhões de brasileiros trabalhadores já aderiram e fizeram o saque na CEF do valor que tinham direito, veja mais informações a seguir.

Como funciona o saque imediato FGTS?

No saque imediato o trabalhador acaba optando por sacar o FGTS todo ano, no mês de aniversário, ao invés de sacar quando o vínculo empregatício é desfeito. Desde que saiu a medida provisória, já era possível aderir a esta modalidade.

Mas, para os saques referentes ao ano de 2019 foi liberado um calendário gradual, já que a medida provisória foi editada apenas no dia 24 de julho de 2019. Até agora foram sacados R$ 26,9 bilhões das contas do FGTS, entretanto, estão liberados R$ 42,6 bilhões, o que significa que muita gente ainda não sacou o valor a que tem direito.

Publicidade

Para quem tem até R$ 998 reais nas contas do FGTS, na data da publicação da medida provisória (24/06/2019) tem direito a sacar todo o valor. Quem tem mais do que R$ 998 reais, contando as contas inativas, tem direito apenas a R$ 500,00 reais.

Publicidade

Como fazer o Saque Imediato FGTS?

Para quem é correntista ou tem conta poupança na Caixa Econômica Federal, o dinheiro é creditado de forma automática direito na conta do trabalhador.

Se você tem o cartão cidadão, é possível que você saque direto no caixa automático de autoatendimento da CEF, nos correspondentes Caixa Aqui e nas Lotéricas também. Caso você não tenha conta-corrente ou poupança na CEF, você deverá comparecer a uma agência da CEF, em horário de atendimento com a carteira de Trabalho.

Se você quiser consultar o saldo da conta, para saber quanto você tem direito a receber, isto pode ser feito diretamente pelo App do FGTS ou pelo site da Caixa Econômica Federal.

Se não fizer o saque perde o dinheiro? Não! Ele ficará na conta do FGTS, para ser acessado em outras modalidades de saque.


Veja também:


Conclusão

Enfim, neste artigo você viu que a data limite para aderir ao Saque Imediato FGTS é de 31 de março de 2020, também falamos que você tem direito a receber o que tinha na conta do FGTS na data da publicação da medida provisória (24/06/19).

Por fim, falamos como fazer para retirar o dinheiro, se você já aderiu a esta modalidade do FGTS, que pode ser na CEF, caixa eletrônico ou correspondente. Gostou da notícia? Comente conosco sua opinião e compartilhe com seus amigos as novidades!