WhatsApp Pay foi barrado pelo Banco Central

O funcionamento do WhatsApp Pay no Brasil foi suspenso pelo Banco Central, após a alteração de uma circular. Saiba mais informações a seguir.

Publicidade
Publicidade

WhatsApp Pay

Dicas para vender mais pelo WhatsApp

É bem provável que você tenha ouvido falar sobre o WhatsApp Pay, o sistema de pagamentos do mensageiro mais popular do Brasil, o WhatsApp.

O lançamento era aguardado por muitos, e por meio de parcerias com Visa e Mastercard, as pessoas poderiam transferir dinheiro para outras pelo aplicativo, em tempo real.

O serviço prometia revolucionar o sistema de pagamentos. Contudo, na última terça-feira (23) o Banco Central e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) decidiram acabar com a brincadeira.

A decisão veio na mesma data que o Banco Central alterou um regulamento sobre o fornecimento de soluções de pagamento no Sistema de Pagamentos Brasileiros (SPB).

Publicidade

Alegando risco ao normal funcionamento das transações financeiras, o WhatsApp Pay foi suspenso pelo Banco Central.

Publicidade

WhatsApp Pay irá passar por uma análise

De acordo com o Banco Central essa suspensão é temporária, e foi necessária para que o governo avalie os riscos para o funcionamento adequado do SPB.

Segundo a Circular 4.031, esse tempo de suspensão pode ser de até 30 dias. Contudo, alguns especialistas apontam que não há como prever um prazo exato para a suspensão visto que o BC poderá alterá-la quando quiser.

Os motivos que levaram o Banco Central à esta decisão podem ser os mais variados. Há quem diga que a intenção é proteger os clientes, dando mais segurança para os seus dados.

No entanto, para quem é um pouco mais perspicaz é possível ver que o BC está preocupado com um grande player para concorrer com o PIX.

Afinal, no projeto do WhatsApp há grandes empresas envolvidas como a Visa, Mastercard, Cielo, Nubank e Banco do Brasil.

No entanto, de acordo com o BC, o serviço poderá voltar a operar no Brasil se preencher todos os requisitos previstos na legislação aplicável. Ademais, ele também não poderá apresentar riscos à competição, eficiência e privacidade de dados.


Veja também:


PIX – O sistema de pagamentos do BC

Um dos fatos curiosos sobre a suspensão do WhatsApp Pay é que ela acontece em meio ao anúncio de um novo sistema de pagamentos que será lançado em novembro deste ano, o PIX.

Empenhado na criação dessa solução financeira que visa revolucionar o mercado de pagamentos, o BC foi pego de surpresa com a chegada do WhatsApp Pay.

Por isso, a suspensão pode ter acontecido motivada justamente por isso. Ou seja, ganha-se um tempo para se fazer um alinhamento entre o BC e o Facebook.

Até porque, o WhatsApp chegou a informar que tem interesse em integrar o serviço do Banco Central ao seu sistema de pagamentos, assim que ele for disponibilizado.

Por enquanto, resta acompanhar a decisão, torcendo para que ela tenha o melhor desfecho possível e que os consumidores possam desfrutar de mais essa evolução tecnológica que tantos benefícios trará.

E você, qual sua opinião sobre o assunto? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta notícia com seus amigos nas redes sociais.