33,7 milhões de chaves no Pix. E você, já fez o cadastro da sua?

Você já tem sua chave Pix? Praticamente todos os grandes bancos estão fazendo o cadastro dos seus clientes no Pix. E mais de 33 milhões de brasileiro já têm a sua.

Publicidade
Publicidade

33,7 milhões de chaves no Pix

chaves no Pix

33,7 milhões de pessoas fizeram o cadastro de chaves no Pix. E esse é apenas o começo.

O cadastramento foi aberto ao público no último dia 5 de outubro.

E as expectativas do Banco Central foram superadas.

CARTÃO C6 BANK
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO C6 BANK

CASHBACK
 
MILHAS E VIAGENS
Conta digital e cartão de crédito personalizados
Você permanecerá no site atual

Em menos de dez dias já são quase 34 milhões de cadastros.

Publicidade

E esses números devem crescer ainda mais nos próximos dias.

Publicidade

Quais são as instituições com mais chaves cadastradas no Pix?

Praticamente todos os grandes bancos estão fazendo o cadastro dos seus clientes no Pix.

Mas você sabe quem está liderando a corrida? As fintechs. Por incrível que pareça.

Despontando lá na frente com 8 milhões de cadastros está, portanto, o Nubank.

Na sequência vem então o Mercado Pago, com aproximadamente 5 milhões de cadastros.

Logo após vem o PagSeguro com quase 4,5 milhões, e só então o Bradesco com quase 4 milhões de cadastros.

O interessante, no entanto, é que alguns bancos digitais e fintechs estão lá atrás na corrida.

Talvez por falha na divulgação, ou até mesmo por erro na estratégia de divulgação.


Veja também:


É obrigatório fazer o cadastro de chaves no Pix?

Não. Porém, se você quer usar esse sistema, precisa ter uma chave.

Apesar de não ser obrigatório, o Pix irá facilitar muito a nossa vida.

Imagine que você precisa pagar um amigo, ou receber de alguém. Mas é sábado.

Você vai esperar até segunda? Tendo cadastro no Pix, você pode receber no sábado mesmo.

Mas as vantagens e benefícios não param por aí…

Será muito mais fácil fazer compras. E vendas também.

Tudo será por meio de links, QR Codes e transferências.

E na hora de transferir não será mais preciso digitar aquele monte de dados.

É só fornecer a chave do Pix, informar o valor e pronto.

E sabe o que é melhor? Tudo é feito de forma gratuita, sem custo nenhum.

E quando começa a funcionar essa belezinha?

No mês que vem. Ou seja, está chegando a hora.

Dia três de novembro alguns clientes selecionados já começarão a usar o benefício em uma fase teste. E no dia 16 do mesmo mês, todo mundo que se cadastrou começará a usar.

Você sabe quanto tempo vai demorar uma transferência no Pix? Apenas dez segundos.

Independente se é noite, dia, madrugada, Natal, Réveillon ou Páscoa.

Você só precisa informar a chave do Pix e terá o dinheiro na sua conta.

Ou então, informar a chave da pessoa que quer pagar, e ela terá o dinheiro disponível em dez segundos.

Mas vem cá, esse sistema será seguro?

Você não vai mais precisar andar com dinheiro, e nem com cartão de crédito.

Portanto, já dá para ver que o sistema irá colaborar para sua segurança.

No entanto, como acontece no mundo cibernético, poderão ocorrer fraudes.

Para evitá-las, as instituições financeiras poderão reter transferências e pagamentos suspeitos por até uma hora.

O BC está construindo uma dinâmica de devolução da operação em caso de fraudes.

Um grupo técnico de segurança está trabalhando para isso.

Mas, essas serão situações bem atípicas.

Legal, e como faço o cadastro de chaves no Pix?

Você pode fazer o cadastro da sua chave no Pix no banco ou fintech onde possui conta. São quatro tipos de chave que você pode cadastrar:

– Número do CPF;

– Número do CNPJ;

– Endereço de e-mail;

– Número de telefone celular.

Portanto, se você tem mais do que uma conta, pode cadastrar por exemplo o e-mail em uma e o CPF em outra.

Uma vez com a chave cadastrada, é só informar para realizar transferências.

Bacana, né?

E um dos bancos que já está cadastrando os seus clientes é o C6 Bank.

Esse é um banco digital completo que oferece diversas vantagens para seus clientes.

Gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais.