Cartões de crédito Itaú tiveram uma mudança nos juros

A cobrança de juros do Banco Itaú mudou e poderá trazer benefícios aos clientes, como facilidade de controle no rotativo dos cartões de crédito Itaú. Entenda.



Anúncios



Publicidade

Cartões de crédito Itaú

cartões de crédito Itaú

A forma de realizar a cobrança de juros por parte banco mudou muito e poderá trazer benefícios aos clientes, como menos juros e mais facilidade de controle dos juros sob o rotativo dos cartões de crédito Itaú. Continue lendo e descubra mais informações sobre o assunto.

Juros do rotativo do cartão de crédito geralmente são uns dos mais altos de todo o sistema bancário de forma geral, por isso, que podem facilmente se traduzir em problemas de endividamento. O Itaú teve uma iniciativa importante para simplificar a cobrança e controle dos juros do rotativo do cartão de crédito.

O que mudou na cobrança dos juros dos cartões de crédito Itaú?

A decisão do banco consistiu em descontinuar a versão de cobrança 2.0 que eram realizados em seus cartões. A mudança foi sobre o total dos juros do rotativo são calculados, a mudança portanto, ocorreu na base de cálculo.

Até pouco tempo atrás se o valor da fatura não fosse pago no total, os juros incidiriam sobre o total não pago e o valor das novas compras até o vencimento da fatura. Esta prática torna o montante de juros mais alto e torna a dívida final maior em comparação.



Publicidade

Agora os juros incidem somente sobre o valor que não foi pago na data do vencimento, deixando de incidir sobre o valor das novas compras até vencimento da fatura. Desta forma, o cliente não paga juros sobre compras que ainda não venceram, porque não pagou toda a fatura, diminuindo o valor da dívida.



Anúncios

A decisão evita mais cobrança de juros e melhora também as condições do cliente negociar as pendências ou proporciona maior tempo de recuperação.

Vale a pena ressaltar que apenas a forma de cobrança dos juros foi alterada, a taxa de anuidade e a porcentagem da taxa de juros permanecem inalteradas.

Cartão de crédito Itaú e taxa do rotativo, quais os riscos?

Ficar muito tempo no rotativo do cartão de crédito, pode ser um risco e tanto, já que em alguns casos a taxa anual chega a 300% ao mês. Por isso, é necessário para não cair nos juros rotativos do cartão de crédito, para tanto é preciso prestar atenção na fatura, no total sobre qual os juros são cobrados, além de notar principalmente qual é a taxa CET – custo efetivo total.


Veja também:


Conclusão

Enfim, neste artigo você ficou por dentro de quais são as mudanças que ocorreram na forma de cobrar os juros (base de cálculo), que beneficiaram os clientes. Além disso, também falamos sobre a necessidade de prestar atenção em qual é a CET e sobre qual valor os juros estão sendo cobrados. Interessante, não é mesmo? Então, não deixe de comentar sua opinião e de compartilhar o artigo nas redes sociais. 😊