Poupança social da Caixa: saiba como desbloquear

Precisa desbloquear a sua poupança social da Caixa para receber o seu auxílio emergencial? Saiba como proceder e regularizar sua conta no Caixa Tem.

Poupança social da Caixa

Poupança social da Caixa

Você é beneficiário do auxílio emergencial? Está precisando desbloquear a sua poupança social da Caixa? Então aprenda como proceder.

Aproximadamente 65 milhões de brasileiros estão recebendo o auxílio emergencial. Com exceção de quem recebe o Bolsa Família, os demais beneficiários obrigatoriamente precisam acessar o app Caixa Tem para ter acesso ao benefício.

Lá você poderá consultar o seu saldo, fazer pagamentos, comprar com o cartão de débito virtual e até mesmo fazer transferência para outras contas bancárias.

No entanto, muita gente está enfrentando um tremendo problema: o bloqueio da poupança social da Caixa. Mas, por que isso acontece?

Motivos para o bloqueio da poupança social da Caixa

Existem dois possíveis motivos para uma poupança social ser bloqueada na Caixa. Ou você fez uma movimentação de valor maior do que o limite ou você pode ter sido alvo de algum golpe de hackers.

Embora essas situações não estejam sendo generalizadas para todos os usuários, elas estão acontecendo. E muitas pessoas estão sem saber o que fazer.

Nesse caso, é preciso primeiramente saber qual foi o motivo que fez a sua poupança social da Caixa ser bloqueada, para então buscar uma possível solução.


Veja também:


Bloqueio por limite de saldo

A poupança social da Caixa é um pouco diferente de uma conta comum. Ela possui um limite de saldo de R$ 3 mil. Isso quer dizer que não se pode ter um saldo superior a esse valor na poupança.

No entanto, de acordo com a Caixa, isso pode acontecer uma única vez no período de um ano. Caso aconteça mais do que uma vez, a poupança é automaticamente bloqueada. Lembrando que o período de um ano é contado a partir da data de abertura da poupança.

Um outro motivo que pode gerar bloqueio por limite é quando a soma dos depósitos do mês superar o valor de R$ 6 mil. Nesse caso, a conta é bloqueada para se verificar o motivo da ocorrência.

Quando isso acontece, infelizmente não é permitido o desbloqueio da poupança social. Mas, é possível convertê-la em uma poupança Caixa que não possui limite de saldo. O valor disponível não será perdido.

Bloqueio da Poupança Social da Caixa por motivo de fraude

Embora as fraudes estejam controladas, Pedro Guimarães, presidente da Caixa, em uma entrevista para o portal de notícias InfoMoney, disse que 5% dos beneficiários do auxílio emergencial tiveram suas contas bloqueadas por esse motivo.

Ainda de acordo com Pedro Guimarães, algumas pessoas que não tiveram problemas de fraude também acabaram tendo suas contas bloqueadas. Mas nesse caso é possível reverter o processo.

Para isso é preciso comparecer em uma agência física da Caixa tendo em mãos um documento de identificação que comprove que você é realmente o beneficiário.

Com o intuito de evitar filas e aglomerações, a Caixa criou um calendário de atendimento dividido por mês de nascimento do beneficiário para realizar esse processo. Esse calendário será o seguinte:

– Até 24/07 – quem nasceu em janeiro, fevereiro e março;

– 27/07 a 31/07 – quem nasceu em abril e maio;

– 03/08 a 07/08 – quem nasceu em junho e julho;

– 10/08 a 14/08 – quem nasceu em agosto, setembro e outubro;

– 17/08 a 21/08 – quem nasceu em novembro e dezembro.

Portanto, é importante se atentar para essas datas para não perder o prazo de regularização da sua poupança social da Caixa.

Gostou deste artigo? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta notícia com seus amigos nas redes sociais.