Nubank entra no mercado de investimentos com a compra da Easynvest



Anúncios



Publicidade

Há uma semana, rumores começaram a correr sobre uma possível compra da Easynvest pelo Nubank. Na noite desta última quinta-feira (10), a operação se concretizou.

A aquisição da corretora que possui uma carteira de 1,5 milhão de clientes aconteceu em um momento de franca expansão no setor.

A Easynvest também afirmou ter mais de R$ 20 bilhões em custódia e 400 produtos financeiros. O que inclui ações, opções, Tesouro Direto, fundos imobiliários e também previdência privada.

Apesar do acordo ter sido selado, ainda é necessário a  aprovação do Banco Central e do Cade.



Publicidade

O que muda para os clientes do Nubank?

Em um primeiro momento não haverá nenhuma mudança tanto para os clientes do Nubank quanto para os clientes da Easynvest.



Anúncios

Entretanto, a ideia da fintech é integrar os produtos oferecidos pela corretora ao seu App em um futuro próximo.

Portanto, de acordo com uma nota do Nubank, as empresas continuarão operando normalmente e de forma independente neste início.

Para planejar os próximos passos será formado um grupo de trabalho que será responsável pela integração dos serviços após a aprovação dos reguladores.


Veja também:

Conta PJ Nubank vai contar com transferência grátis via PIX

Nubank acumula prejuízo mesmo com crescimento do setor

Empréstimo do Nubank: saiba como funciona essa modalidade


Nubank quer criar um novo conceito de investimentos

O Nubank é conhecido pela sua constante capacidade de inovação. Afinal, ele foi o primeiro banco digital a criar um cartão de crédito sem anuidade, no ano de 2014.

Em 2017, a fintech criou a sua conta digital, assim como o programa de pontos Rewards. E agora a inovação deverá ser no mercado de investimentos.

David Vélez, CEO do Nubank, diz que o principal objetivo da empresa é replicar esse modelo facilitador que o Nubank trouxe para o mercado.

Segundo Vélez o mercado de investimentos ainda é bastante complexo com produtos caros e muitas distorções. E é justamente isso que o Nubank pretende mudar.

Mercado de investimentos está em expansão

O Nubank reconheceu também que o mercado de investimentos está crescendo no país. Um dos motivos para isso são os constantes cortes na taxa básica de juros que está em 2% ao ano. Ou seja, no menor patamar histórico.

Portanto, com rendimentos menores na caderneta de poupança e em renda fixa, as pessoas estão buscando novas possibilidades no mercado.

Para se ter uma ideia houve um aumento de 76% de investidores pessoa física na B3 (a Bolsa de Valores do Brasil) entre dezembro de 2019 e agosto de 2020.

Foi justamente por mirar esse crescimento que o Nubank começou a pensar uma maneira de entrar neste mercado. E acabou entrando da melhor forma possível ao adquirir a Easynvest.

Outras aquisições dentro do mercado de investimentos

O mercado para investidores já vem sendo disputado há alguns anos. Em 2017, o Itaú comprou 49,9% da XP Investimentos por aproximadamente R$ 6 bilhões.

Em julho de 2020 a Neon Pagamentos adquiriu a Magliano, corretora mais antiga da bolsa de valores. 

O valor pago pela aquisição da Easynvest não foi, contudo, divulgado pelo Nubank. No entanto, em junho deste ano, o banco levantou US$ 300 milhões de dólares em uma rodada de investimentos.

Em reais isso representa um valor de R$ 1,6 bilhão. Na ocasião o Nubank fez mistério sobre o destino do aporte. Mas, ao que tudo indica, uma boa parte foi utilizada nesta aquisição da Easynvest.

Gostou deste artigo? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta notícia com seus amigos nas redes sociais.