O que é, para que serve e como montar um orçamento pessoal?

Confira nossas dicas simples para que você crie o seu próprio orçamento pessoal, sem muita complicação, e organize suas vida financeira.

Publicidade
Publicidade

Como montar um orçamento pessoal

O que é, para que serve e como montar um orçamento pessoal?

Está pensando em como fazer o seu orçamento pessoal? Será que ele é de fato necessário? Em que um orçamento pode ajudar? Como começar? 

Orçamento ainda é uma coisa estranha para você? Continue lendo este conteúdo, fique mais familiarizado e entenda de uma forma bem simples como montar o seu.

Às vezes, pesquisando na internet, encontramos planilhas de orçamento, mas elas parecem ter muitos detalhes e não se adaptarem a sua vida.

A seguir você vai ver dicas simples para que você crie o seu próprio orçamento, sem muita complicação, mesmo que não saiba utilizar o Excel.

Publicidade

Veja também:


Entenda que é necessário se organizar

O primeiro passo é a conscientização. Você deve entender que quanto mais demorar para se organizar, mais chances você tem de que a situação saia do controle. 

Publicidade

Note que, independente do seu nível de renda, você deve ter em mente o quanto ganha e quanto pode gastar.

Além disso, você também precisa entender que nem tudo que você ganha deve ser gasto, é necessário também:

– Reserva de emergência: um valor de três a seis meses dos seus gastos mensais deve ser guardado para casos emergenciais. 

– Investimentos: a vida não é feita só de pagar boletos, certo? Mas também não é feita só de férias, você precisa encontrar equilíbrio. Começar a investir é muito importante para o seu futuro. Como o ideal é que primeiro você tenha a reserva e depois invista, procure investimentos de médio e longo prazo.

O que é orçamento? Entenda todos os seus gastos e defina limites

Na verdade, o orçamento ideal acontece antes de você começar a gastar. Primeiro entenda até onde pode ir, para depois agir conforme o possível/ necessário. Orçamento é quando você coloca todas as suas previsões de entradas e saídas do mês, com espaço para imprevistos.

Então o orçamento não é quando você junta todos os seus boletos, soma e vê se dá para pagar. Isto, na verdade, é desorganização. 

Você deve fazer seu orçamento antes mesmo de receber seu salário.

No orçamento você vai colocar a previsão de receitas, despesas e investimentos. Desta forma, no desenrolar do mês você sabe se pode gastar um pouco a mais ali, ou reduzir um pouco os gastos. 

Percebe que, desta forma, você assume o controle antes mesmo de começar a gastar, evitando excessos?

Receitas e despesas

Embora o termo pareça um pouco técnico, receitas são as entradas de dinheiro, enquanto as despesas são as saídas. 

Você deve considerar receitas:

– Salários;

– Renda extra;

– Alugueis;

– Vale alimentação;

– Demais entradas de valores ou recebíveis.

Além disso, você também deverá também considerar todos os seus gastos, mas de preferência, calcule seus gastos em grupos.

– Alimentação;

– Transporte;

– Lazer;

– Saúde;

– Moradia;

– Outras despesas.

Veja tudo que você vai gastar e deixe uma folga em cada uma das categorias, para lidar com pequenos imprevistos. Depois que você organizar seu orçamento e conseguir cumprir ele, comece a tentar economizar para fazer a reserva de emergência e também investimentos.

Veja algumas formas de fazer seu orçamento:

Excel

Entende de Excel? Nada impede que você faça o seu orçamento na planilha, já que ela automatiza as somas e torna o processo mais rápido. 

Caderno

Prefere o papel? Não tem problema nenhum em fazer o seu orçamento com a caneta/ lápis e uma calculadora. O importante é buscar alguma maneira de se organizar.

Quer saber mais? Pronto para dar o próximo passo em direção ao controle de suas finanças? Então tenho mais uma dica para você:

Enfim, hoje neste conteúdo, você descobriu várias informações importantes sobre como melhorar a sua saúde financeira através da técnica de orçamento pessoal. Legal, né? Não esqueça de compartilhar o conteúdo nas redes sociais! 😉