A Black Friday desse ano será melhor que ano passado?

O ano de 2020 foi marcado pela chegada da pandemia que se alastrou pelo mundo, e teve reflexos no mundo financeiro. Descubra como será a Black Friday deste ano.



Anúncios



Publicidade

Black Friday

black friday 2020

Uma dúvida está intrigando consumidores e lojistas: a Black Friday será melhor este ano?

Afinal, estamos vivenciando uma época diferente de todas.

2020 foi marcado pela chegada de uma pandemia que se alastrou pelo mundo.

CARTÃO SANTANDER SX
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO SANTANDER SX

SEM ANUIDADE
 
RECOMPENSAS
Cartão de crédito com limite mínImo de R$ 250
Você permanecerá no site atual

Matou milhares de pessoas e trancou muita gente dentro de casa.



Publicidade

Algumas empresas fecharam as portas, outras tiveram que se reinventar.



Anúncios

Datas especiais como o dia das mães apresentaram quedas substanciais nas vendas.

Mas e a Black Friday, vai ser melhor ou pior este ano?

Como toda crise, há sempre as datas que andam na contramão da economia.

E a Black Friday é uma delas.

É só pensar: quando você está apertado, não fica esperando uma promoção para comprar?

Bem provavelmente sim.

Dessa forma, muitas famílias deverão aproveitar a Black Friday para antecipar as compras de Natal.

Além disso, a economia já está dando sinais de recuperação.

Ao que tudo indica, o pior momento já ficou para trás.

Portanto, o otimismo vai ajudar a estimular o consumo.

Mas é preciso que o lojista se atente em algumas questões.


Veja também:


As compras serão maiores pela internet

Como dissemos, é bem possível que a Black Friday deste ano seja melhor do que as edições anteriores.

Contudo, ela terá uma dinâmica um pouco diferente.

As pessoas não vão sair eufóricas para o comércio.

Até porque a pandemia ainda está aí.

E as aglomerações estão sendo evitadas ao máximo.

Desse modo, grande parte das compras deverão se concentrar no ambiente virtual.

Isso tanto de forma organizada, quanto de forma desorganizada.

Como assim de forma desorganizada?

Quando falamos em forma desorganizada, estamos nos referindo a empresas que ainda não possuem um App ou site para vender.

Nesse caso, elas fazem vendas informais pelo WhatsApp, Marketplaces ou até mesmo pelas redes sociais.

Isso acontece porque muitas empresas foram pegas de surpresa neste ano.

Não estavam preparadas ainda para a sua digitalização.

Como foram obrigadas a se reinventar, acabaram caindo para a informalidade virtual.

Dessa forma, esses empresários vão precisar explorar bem esses canais de vendas.

Ampliar o contato com os clientes, e mandar as promoções para eles.

Quanto mais próximo for esse relacionamento, melhor.

Inclusive, o contato já precisa começar algumas semanas antes da Black Friday.

O lojista não pode deixar tudo para a última hora

É fundamental que o lojista não deixe tudo para a última hora.

Fazer estoques, propagandas e o contato com o cliente precisa começar bem antes.

Quanto mais antecipado ele trabalhar, melhor.

Até porque muitos clientes vão querer receber a mercadoria em casa.

E essa questão logística precisa ser muito bem trabalhada neste ano.

Sendo assim, os empresários que souberem explorar bem essas questões, certamente vão se destacar.

Então esse ano a Black Friday será melhor?

Ainda é cedo para responder essa questão de forma convicta.

Mas ao que tudo indica a Black Friday de 2020 tem tudo para ser a melhor.

Pois, como já dissemos, há alguns fatores para isso.

O primeiro é a demanda reprimida. Afinal, muita gente deixou de consumir durante o ano.

A segunda é que com a renda mais curta as famílias estão procurando consumir mais nas promoções.

Então é bem provável que as compras de Natal sejam antecipadas.

Mas, para isso, os lojistas precisam estar preparados.

É preciso ter estoque suficiente e também uma logística bem montada.

Se necessário for, até tomar um empréstimo para investir nesse momento.

Inclusive o Santander está com boas linhas de crédito para os empresários se destacarem na Black Friday.

Com tudo bem planejado, é só aguardar essa data tão especial.

Gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais.